Estrategia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4719 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Loja de calçados

Apresentação do Negócio

Calçado é o nome dado a sapatos, botinas, sandálias, enfim, a tudo que

cobre e protege os pés.

Antigamente, calçados se dividiam em categorias: aqueles que

protegiam a planta dos pés e eram atados com cordões e os que

cobriam inteiramente os pés.

Os primeiros correspondiam a caliga, calçado militar, que deixava os

dedos inteiramentelivres, tais como a solea, crepida, baxae e

sandálias. Os outros, ao contrário, deixavam os pés cobertos com

couro, tais como calceus, mulleus, pero, coturno e phaecasium, e eram

fabricados em couro.

Os grandes borzeguins dos franceses e dos gauleses sucederam as

elegantes botinas galo-romanas que as Cruzadas mudaram pelas

batouches crochues, origem do famoso calçado “poulaine”– polaina.

No fim do século XV, foi adotado para todos os calçados o bico de

pato. Depois surgiram as formas longas Henrique III, as botas

quadradas Henrique IV. Sapatos e botas não tinham saltos. No século

XVII começou-se a usar o salto e bem depressa chegou-se ao excesso

no gênero, sendo o sapato chambre uma das referências desse estilo.

Na sequência, do tempo de Luís XV,voltaram os sapatos planos

trazidos pela moda inglesa, seguida somente pelos cortesãos. No

tempo de Napoleão I foi observada a moda do século anterior, mas os

homens usaram botas até a Restauração.

No tempo de Luís Filipe vemos aparecer os sapatos e botinas de

elástico e a bota de verniz, que era escondida pela calça. No Brasil

tornam-se características as chinelas bordadas das baianas.A maioria

dos calçados são de couro, pelica, camurça, tecidos, palhas, cordas,

borracha, madeira e a indústria oferece couros infinitamente variados

em resistência, espessura, maciez, aspecto e cor.

Mercado

As lojas de calçados tiveram uma grande expansão nos maiores

centros urbanos do país, principalmente nos últimos 10 anos. Esse

crescimento se deveu muito a melhoria doscalçados comercializados

no país e também por uma mudança cultural, em que uma boa parte da

sociedade passou a preferir a compra de novos calçados em detrimento

de consertá-los, o que estimulou a demanda para esse segmento.

Nesse mercado apresentam-se como opção três tipos de lojas: as

multimarcas, tipo mais comum e que trabalha simultaneamente com

vários fornecedores e modelos decalçados; a franqueada, que negocia

especificamente os modelos fabricados pela marca representada e as

lojas de fábrica, que além de normalmente só negociarem o próprio

calçado, costumeiramente contam com preços competitivos.

Em relação às lojas multimarcas, é necessário possuir um bom feeling

na hora de contratar funcionários e muita habilidade para negociar

com fornecedores,representantes e até mesmo diretamente com a

clientela, pois tem que realizar o papel principal do estabelecimento,

apostando em novas marcas (em geral com preços mais atrativos) ou

em empresas consagradas (cujo público fiel costuma compensar os

preços mais altos dos produtos), e criando estratégias eficazes de

marketing.

Se for uma loja franqueada, as preocupações serão maisespecíficas.

Como a loja só irá negociar calçados fabricados pela empresa

escolhida, seu leque de negociações ficará mais restrito. Porém, vários

cuidados fundamentais, antes de contratar o negócio, devem ser

adotados. O custo/benefício dos produtos, a contrapartida e as

garantias oferecidas ao franqueado são um bom começo.

Por fim, a loja pode ser do tipo fabricante, então poderámontar um

atacado juntamente com a loja de varejo de sua marca. Sendo que um

dos primeiros passos é definir em que local será instalada tal loja, pois

a localização deverá ser em local diferente da indústria.

Para aqueles empreendedores que acreditam que uma maior

tranquilidade poderá ser um bom negócio, poder-se-á iniciar seu

ingresso nesse novo mercado via franquia. Isto...
tracking img