Estoques

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1124 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Florianópolis, maio de 2012
Universidade Federal de Santa Catarina
Curso de Administração
Disciplina de Administração de Materiais – CAD 7219
Professora Andressa Pacheco
Paulo Wisbeck Bramont 09101042

PAPER – ESTOQUES


Estoques, na visão de Viana (2008) são materiais, mercadorias ou produtos acumulados para uso posterior, de modo a permitir o atendimento regular das necessidades dosusuários para a continuidade das atividades da empresa.
Decidir sobre as quantidades de materiais a serem armazenados e mantidos nos estoques é um grande desafio estratégico para os gestores. Isso se dá em razão dos custos envolvidos aos estoques, os quais devem ser controlados para que possibilitem à organização uma atuação no mercado constante e eficaz, atendendo suas demandas e sobretudominimizando o grau de investimento em capital de giro por parte da empresa. O equilíbrio entre o estoque mínimo e a demanda variável proporcionada pelo mercado deve ser a meta do gestor neste ponto.
Em busca dos níveis mínimo, máximo e ideal de estoque, o gestor responsável pela área de estoques e atendimento das demandas deve se utilizar de ferramentas lógicas aplicadas em processos, métodos efórmulas matemáticas, como os utilizados dentro dos tipos de estoque apresentados por Pozo (2007):
• Almoxarifado de matérias-primas – material básico a ser transformado dentro da fábrica e posteriormente armazenado novamente, no estoque de acabados, na forma de produto final;
• Almoxarifado de materiais auxiliares – aqueles que integram o processo de transformação damatéria-prima na fabricação;
• Almoxarifado de manutenção – materiais de suporte à manutenção dos equipamentos e edifícios;
• Almoxarifado intermediário – peças em processo de fabricação ou dispostas em subconjuntos;
• Almoxarifado de acabados – produtos prontos e embalados prestes a ser enviados aos clientes.


Visto isso, é verificada a existência de dois objetivosquanto a estoque dentro das organizações. O objetivo de custo visa ao balanceamento dos custos de armazenagem, de pedidos e de falta para melhor atender às demandas. O objetivo de nível de serviço, por sua vez, visa a atender às necessidades do cliente com relação a datas e agilidade na entrega dos pedidos.


Existem diversas maneiras de planejar e controlar estoques, com variações decomplexidade entre si. Cada organização deve escolher o modelo que melhor se adéqüe, tendo em vista a necessidade de se reduzir os custos com materiais estocados, que implicam em maior necessidade de capital de giro e que impedem que se invista em novas máquinas e em inovação com programas de P&D.
A avaliação de Retorno de Capital e de Giros de estoques possuem grande valia para analisar a efetividadedo planejamento e da gestão de estoques de uma empresa.
Prever estoque não é uma tarefa fácil. Envolve aspectos subjetivos e o grau de incerteza sempre é bastante grande. Porém, o administrador possui algumas ferramentas de apoio a tomada de decisão nesse âmbito.
Segundo Dias(2007 apud Pozo), para fazer essa previsão, tem-se a ajuda de dois tipos de informações. As quantitativas, que envolvemevolução das vendas ao longo do tempo, variações sazonais ou por modismos e crescimentos populacional e as informações qualitativas, baseadas na opinião de gerentes, vendedores e compradores.
Porém, essas informações devem servir como apoio aos métodos matemáticos de previsão de demanda. A seguir, destacam-se três modelos bastante relevantes nessa análise:
1) Evolução de Consumo Constante:Nesse caso o volume de consumo permanece constante no decorrer do tempo, mantendo um valor médio constante;
2) Evolução do Consumo Sazonal: O volume de consumo passa por oscilações regulares no decorrer de certo período ou do ano, influenciado por fatores culturais e ambientais e;
3) Evolução do Consumo de Tendência: Aqui o volume de consumo aumenta ou diminui drasticamente no decorrer...
tracking img