Espiritualidade e qualidade de vida

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3002 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 TEMA

ESPIRITUALIDADE E QUALIDADE DE VIDA DE ADOLESCENTES

2 REVISÃO DE LITERATURA

Tem sido grande a quantidade de estudos sobre religião e espiritualidade e que envolvem a saúde mental, com contribuições significativas na vida das pessoas. Consideravelmente, a relação entre espiritualidade e melhora de pacientes com depressão entre outras doenças foram comprovadas por estudos levandoassim, a classificações na organização de saúde, e a facilitação de um instrumento de avaliação de qualidade de vida e espiritualidade/ religiosidade/ crenças (ALMINHAMA; ALMEIDA, 2009).
A religião é considerada um importante fator cultural, pois rege valores e princípios seguidos pela sociedade de forma que moldam os comportamentos dos indivíduos quando este se volta pra determinada religião, eassim como a cultura, esta crença religiosa passa a caracterizar o estilo de vida das pessoas (PERESI et al, 2007).
A religião era vista como fator histórico totalmente oposto a saúde física e mental do ser humano, para a medicina as crenças pouco influenciavam no tratamento médico, sendo assim deixado de lado esse assunto. Entretanto, essa barreira contra a relação entre ambas as partes tem sedissipado, despertando um interesse em estudos e pesquisas, pois perceberam que há uma ligação da espiritualidade do individuo e a sua fé com os tratamentos de saúde mental e física, e que tem ocasionado melhoras nos pacientes. Doenças das mais diversas, psicológicas e biológicas tem tido uma maior aceitação quando enfrentadas colocando as suas fraquezas diante de uma crença pessoal (PANZINI, R.G.et al, 2007).
Segundo Peresi et al (2007) “os psicólogos estudados consideraram a espiritualidade um tema potencialmente provedor do encontro de equilíbrio e harmonia dos clientes”. Geralmente as pessoas que procuram um tratamento psicoterápico têm conhecimento e envolvimento em práticas religiosas que facilitam o tratamento por estarem mais abertas ao processo. Vale ressaltar que em estudosvários psicólogos se referem à espiritualidade como fator favorecedor de harmonia e equilíbrio mental dos clientes, possivelmente por colocarem suas debilidades em sua crença (GIGLIO, 1993; RAZALIet al., 1998; SPERRY; SHARFRANSKE, 2004 apud PERESI et al, 2007).
Diante das proposições, é preciso diferenciar religião, de espiritualidade e crenças pessoais. Koeniget al. (2001) apudPanzini, R.G. et al.(2007), define religião como um conjunto de crenças pessoais que envolvem símbolos, rituais ou práticas que leve o individuo a chegar a uma relação de intimidade e proximidade com o sagrado, Deus, deuses ou poderes maiores. Mas aponta como espiritualidade a busca por uma verdade absoluta, uma resposta para suas necessidades e questões de sua vida, utilizando disso para enfrentar dificuldades e quepossivelmente leve a práticas relacionadas à religião.
Já as crenças pessoais não são apenas as religiosas ou relacionadas a Deus. É tudo aquilo que o individuo sustenta para si, um comportamento digno de ser seguido que caracteriza a vida do sujeito (PANZINI, R.G. et al, 2007).
É relevante trazer a definição de qualidade de vida, pois tais ideologias e crenças tem influenciado bastante aqualidade de vida das pessoas, em especial a vida dos adolescentes e jovens. De acordo com Panzini, R.G. et al (2007), a qualidade de vida é entendida como a visão do individuo sobre o seu lugar no mundo na dimensão se seus valores, crenças, cultura e sistema no qual ele vive. É também as suas relações e perspectivas de vida, necessidades e padrões de comportamentos que o leve a agir de determinada formana sociedade.
A adolescência é vista como a fase do desenvolvimento essencial, no qual o individuo busca se preparar para o que vai enfrentar, construindo a partir dai a sua identidade e a sua visão de mundo. Os estudos têm procurado formas de ajudar o adolescente a ter um bom desenvolvimento, e têm colocado como foco nos riscos sociais que os adolescentes estão sujeitos em toda a sua vida...
tracking img