Especialista

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1743 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
2. ANÁLISE DA HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO EM GOIÁS

História é a narração metódica dos fatos notáveis ocorridos na vida dos povos. Oliveira Lima (1867) que na sua acepção mais larga, esta abraça não só o passado do homem e das sociedades humanas, mas ainda as de todos os seres de que o conjunto compõe para o universo perceptível. E assim a história não é mais do que uma das formas do conhecimentoexperimental do universo, representa a sua evolução passada, assim como atenta para o presente, que não se esgotará no instante que se transpõe.
Atualmente, aprender a história é compreender que os progressos tecnológicos, as transformações sociais, o respeito à cultura e os avanços políticos são conquistas importantes do ser humano para construir uma sociedade ética, sem nenhum tipo dediscriminação é responsabilidade de todos os membros dessa sociedade.
As teorias educacionais de cunho crítico e progressista apontam para a compreensão de um mundo mais holístico, globais e complexos, que enfatiza o todo em vez das partes. Isso significa olharmos esse mundo a partir de uma visão geral, reconhecendo a interconectividade, a interdependência, a interatividade, autonomia, criação,solidariedade, auto-organização e a convicção de que tudo é incerto, relativo e ao mesmo tempo complementar.
As mudanças que ocorreram ao longo das últimas décadas obrigaram os educadores a repensar a concepção e os objetivos do ensino de História. Depois da reformulação curricular, citado por Bretas (1991) este ensino passou a ter uma abordagem mais ligada às questões sociais, culturais e do cotidiano,visando formar educandos mais críticos com relação ao meio em que vivem e mais conscientes de seus direitos e deveres como cidadãos e cidadãs.
No campo educacional, imperava o analfabetismo. Em 1872, 79,71% dos goianos eram analfabetos, valores que aumentaram para 88,55% em 1890. Nesta época, as mulheres superavam os homens, havia duas modalidades de ensino que predominavam a do Lar e a da EscolaPública ou Particular e, além da alfabetização, o conteúdo trabalhando era a matemática básica, a gramática, as matérias cívicas e religiosas e a história do Brasil. Nesta época vários problemas eram apontados como causadores dessa situação de penúria do ensino: a falta de recursos, a insuficiência de pessoal habilitado para o setor, os baixos salários, o desinteresse dos alunos, o isolamento daprovíncia e a falta de uma proposta didática – administrativa. As escolas eram em numericamente pequenas com poucos alunos matriculados. Os pais não tinham interesse em matricular os seus filhos por não perceberem a utilidade do ensino no trabalho do campo (Polonial, 2001 citado por Sourient, 2004).
Nos quatro últimos decênios do Império, três importantes reformas de ensino foram feitas aprimeira em 1856, outra em 1869 e uma terceira em 1884, todas tendentes cada vez mais a dotar o Governo de maiores poderes legais para coibir abusos, enriquecer o conteúdo do ensino, aperfeiçoar a inspeção, incentivando mestres e discípulos para uma maior dedicação aos estudos com a concessão de melhores salários, prêmios e outras vantagens. Com isso criou-se em 1855 uma escola Normal, por falta de meiosnão chegou a ser instalada. Criou-se outra em 1882, a qual instalada em 1884, mas só funcionou precariamente apenas dois anos (Bretas, 1991)..
De acordo com este mesmo autor, na reforma de 1856, instituiu o cargo de Inspetor Geral da Instituição Pública, em 1873, esta repartição se transformou em Diretoria da Instituição, por fim, Secretaria da Educação, nesta época falaram da diversificação doensino, designou-se um seminário e tentou implantar algumas escolas elementares de cunho profissional, aproveitando a infância e a juventude desamparada, apesar de todo esforço e tanta providência o ensino público continuou atrasado e estático. Se houve algum progresso era muito lento e não chegou a ser visível a população, dada à lentidão de seu desenvolvimento.
Os educadores só usavam...
tracking img