Escrever? agora? ih... deu branco!!!

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1051 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
PRODUÇÃO TEXTUAL NA EDUCAÇÃO ESCOLAR

ESCREVER? AGORA? IHHH... DEU BRANCO!!!

* Na teoria a redação é o óbvio que precisa ser dito, mas... e as dúvidas que surgem?
Seguem abaixo algumas técnicas e sugestões.


I - A LETRA

Para qualquer tipo de trabalho escrito, a apresentação é um dos aspectos mais importantes. Uma redação limpa, sem borrões e legível, será bem recebida e issoinfluirá, indubitavelmente, na avaliação final do trabalho. Procure colocar-se no lugar do leitor que, tendo dezenas (ou centenas) de redações num tempo determinado, ainda se vê obrigado a “decifrar hieróglifos”. Os “garranchos” em forma de letras podem levar à nota O. Assim, a letra deve ser absolutamente legível e cursiva (ou caligráfica). Além disso, evite:

[pic]


Compare



[pic]II - AS IDÉIAS

A consciência é o melhor livro de moral que temos; e é certamente, o que mais devemos consultar.
Pascal

- Hoje não estou inspirado...
- Não gostei do tema...
- Não sei começar a redação...
- Na hora deu um branco...

(Comentários comuns antes da prática de redação)

Perplexidade, angústia, desânimo são as primeiras reações diante da apresentação de qualquertema sobre o qual tenhamos de redigir. Isso é normal. Vencer o “bloqueio” inicial que se resume, na maioria das vezes, em causas psicológicas (vergonha, timidez, autocensura, medo) e evitar que sobrevenham o nervosismo e o sentimento de incapacidade são, na verdade, a grande dificuldade..
*O que fazer? *O que não fazer?Primeiramente, NÃO COMEÇAR DE IMEDIATO A REDAÇÃO. Logo após o tema ser apresentado, alguns minutos (no máximo 10 - é o suficiente!) devem ser reservados.


Exija mais de você próprio. Memória, sensibilidade, imaginação, inteligência devem entrar nesse jogo. Faça mais perguntas a respeito do tema...

- O QUE É ISSO?
- SOU CONTRA?
- SOU A FAVOR?
- HÁ SEMELHANÇAS?
- HA CONTRASTES?

Lembre-se: “Apior inimiga da redação é a preguiça mental.”

- QUEM?
- QUANDO?
- ONDE?
- COMO?
- ISTO É JUSTO?
- POSSO ENUMERAR EXEMPLOS?

- Não é fácil!
- E alguém falou que era?!

- QUAIS AS CAUSAS?
- QUAIS AS CONSEQÜÊNCIAS?
- QUAL A MENSAGEM QUE DESEJO TRANSMITIR?

E, aos poucos as idéias vêm surgindo. A partir daí, os passos são os seguintes:

ESCREVA AS IDÉIAS (para não esquecer)

•faça uma lista de tudo o que lhe vier à memória.
• quanto mais idéias, melhor.
• não se preocupe em saber se as idéias são boas ou más. Escreva-as, simplesmente.
• anote tudo, sem ordem, sem critério, sem censura.
• use palavras abreviadas e frases curtas.

ELIMINE AS IDÉIAS (para não fugir ao tema)

• ridículas, infantis, contraditórias, desnecessárias, que não se ajustem ao temaproposto. Não queira aproveitar todas as idéias.

SELECIONE AS IDÉIAS (para que haja ordem e clareza)

• enumere as idéias.
• ordene-as em forma de roteiro a ser seguido.

EXEMPLO
TEM A: BRASIL, PAÍS DOS CONTRASTES

[pic]


III - ALGUMAS NOÇÕES BÁSICAS

Sou um gigolô das palavras.
Vivo às suas custas.
E tenho com elas a exemplar conduta de um cáften profissional.
Abuso delas.
Só uso asque eu conheço,
as desconhecidas são perigosas e potencialmente traiçoeiras.

(VERÍSSIMO, Luis Fernando. O Gigolô das Palavras. Porto Alegre, L & PM, 1982, p. 11)

Veríssimo nos adverte que as palavras desconhecidas são perigosas e traiçoeiras. Perigosas e traiçoeiras para o emissor (quem escreve ou fala, por exemplo) e para o receptador (quem lê ou ouve, por exemplo). Se um deles nãoentender com precisão um dos códigos ou sinais utilizados, pode não haver comunicação eficaz.

• FRASE é um tempo abrangente. É qualquer enunciado (uma palavra ou um conjunto de palavras) provido de sentido próprio. Exemplos:

Amanhecia!
Bom dia, senhor Pafúncio!
Você é inteligente.
As provas poderão ser objetivas ou discursivas.

• LOCUÇÃO é a reunião de palavras equivalentes a uma só....
tracking img