Escravidao na grecia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (695 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UFVJM – FIH

Nas próximas linhas, de forma geral, delinearemos as principais características e as formas de resistência a escravidão na sociedade da Grécia Antiga. Contudo, antes de discorremossobre o assunto, faz-se salutar conhecer a origem da escravidão e o papel dos escravos na economia.
De forma geral, pode-se dizer que a origem da escravidão na Grécia se deu pela “Guerra”; estudando umpouco sobre o comportamento político das sociedades da antiguidade clássica, percebemos que a guerra sempre esteve presente nas conturbadas relações entre cidades e nações. Portanto, para se ter umaidéia melhor, no texto nº 31: “A guerra”, relata um episódio que aconteceu na Guerra do Peloponeso; refere-se à dominação de uma pequena cidade, Hykkara, pelos atenienses quando iam guerrear contraEsparta. Assim, segundo o texto eles reduziram a população daquela cidade à escravidão.
Com relação ao papel exercido pelos escravos na economia, todas as atividades eram abertas aos escravos, com aexceção da política. Para os gregos, a política era a única atividade digna de um cidadão, enquanto as outras eram deixadas para os não-cidadãos. O status era mais importante que a atividade. Os escravoseram usados principalmente na agricultura, o principal pilar econômico da Grécia. Alguns pequenos donos de terras podiam possuir um ou dois escravos. Mão-de-obra escrava também prevalecia em minas eem pedreiras, onde grandes populações escravas eram freqüentemente contratadas por cidadãos ricos. Esse era um dos investimentos mais valorizados pelos atenienses. Escravos também eram usados comoartesãos e negociantes.
Mas, não podemos deixar de ressaltar como se deu o processo de resistência à escravidão na Grécia antiga. A fuga era individual ou em massa, em certos casos, formavam-secomunidades de escravos fugitivos análogas ao quilombo do novo mundo, podemos ver isso nos (textos de nºs 42, 43 e 45) pp.45. Pegando por baliza esse último, texto de Nº 45 “Drímaco de Quios, pode-se dizer...
tracking img