Equilibrio quimico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1925 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO
A cinética química estuda a velocidade das reações e os fatores que a influenciam. Em 1864, Peter Waage e Cato Guldberg formularam a lei de ação das massas, a qual estabelece que a velocidade de reação seja proporcional a quantidade de substâncias reagentes. Além dos aspectos quantitativos, como o tipo como as velocidades são medidas, existem ainda outros fatores que influenciam navelocidade das reações. A velocidade das reações depende da natureza dos reagentes entre si, pois as reações envolvem a quebra e a formação de ligações; também pode-se citar fatores interferentes como temperatura, superfície de contato, pressão, concentração, presença de luz, catalisador, inibidores, etc.
Para calcular a velocidade da reação em dependência da concentração temos a equaçãoabaixo:
v = k [A]m [B]n (Equação 1)
Ao ensinar de forma simplificada, muitos dizem que m e n são os coeficientes estequiométricos de um reação, porém para determinar de maneira mais precisa é necessário que m e n sejam observados experimentalmente, e k é aconstante de velocidade da reação, que varia conforme a temperatura. A ordem da reação está ligada aos valores dos expoentes m e n, sendo igual a m + n (a ordem global de reação é igual à soma das ordens individuais de cada reagente).
Como citado anteriormente o estudo da cinética em sua maioria depende de valores experimentais da reação estudada. A velocidade de uma reação é definida comosendo a variação da concentração de um reagente por unidade de tempo, onde a concentração normalmente é expressa em mol por litro (mol L-1) e o tempo em minutos (min) ou segundos (s); a expressão do tempo deve ser feita com bom senso pois expressar tempos muito longos em segundos é inviável. Sendo Ca a concentração do reagente A e representando-se por t o tempo, a velocidade média de reação serádefinida como sendo:
Vmédia de consumo de A = k (Δ[Ca])/Δt

Ex: 1 α NO2(g) + β CO(g)  c CO2(g) +d NO(g)
A velocidade média durante um intervalo de tempo se torna uma boa aproximação da velocidade instantânea (derivada) e pode ser usada no seu lugar. Assim a velocidade pode ser dada por
V= - 1/α.d[NO2]/dt = -1/β.d[CO]/dt=1/c .d[CO2]/dt = 1/d . d[NO]/dt
O sinal negativo indica que a concentração diminui em função do tempo.

2. RESUMO E OBJETIVOS
Objetiva-se para este experimento o estudo cinético de reações químicas, bem como o estudo da influência da temperatura na velocidade com que ocorre um processo químico.

3. PARTE EXPERIMENTAL: MATERIAIS E MÉTODOS
3.1 Materiais utilizados
3.1.1 Vidraria
Tubosde ensaio
Béqueres

3.1.2 Reagentes
K2S2O8 0,1 mol L-1
KCl 0,2 mol L-1
KI 0,1 mol L-1
Na2S2O3 0,002 mol L-1
Na2SO4 0,1 mol L-1

3.1.3 Outros
Suporte para tubos de ensaio
Suporte Universal
Garras
Placa de Aquecimento
Termômetro
Bacia
Gelo
Cronômetro


3.2 Procedimento experimental
Esse experimento foi dividido em duas partes; na primeira verificou-se a velocidade das reações emdependência das concentrações e na segunda parte com a temperatura influenciando na velocidade da reação. A primeira parte foi subdividida em A e B e cada grupo realizou uma das duas e compartilharmos os resultados com outro grupo. Na parte B (realizada pelo nosso grupo, grupo 2) foram preenchidos cinco tubos de ensaio com volumes de S2O82- (mL) e SO42-(mL) diferentes em cada um e numerados de 1à 5 de acordo com a tabela 1, em outros cincos tubos de ensaio foram transferidos 2,0 mL de I- + 1,0 mL de S2O32- + 5 gotas de amido. Começamos a mistura de cada tubo numerado com um dos tubos não numerados e marcamos o tempo de reação com o auxilio de um cronômetro. Compartilhamos os resultados com um grupo que fez a parte A.
Na segunda parte do experimento utilizamos béqueres em um contendo...
tracking img