Ensaio

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 13 (3101 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
TRAGÉDIA CLÁSSICA VERSUS TRAGÉDIA CONTEMPORÂNEA: UMA VISÃO DOS ASPECTOS HOMOGÊNEOS E ANTAGÔNICOS ENTRE ANTÍGONA E HAMLET
Dulcenéia Marques Martins[1]

Considerações iniciais
A Tragédia é uma forma de drama na qual envolve um conflito entre um personagem e um poder de instância maior, descrita por Aristóteles como imitação da ação humana, de uma forma completa e elevada, podendo serobservada em diferentes épocas, inclusive na modernidade.
O gênero dramático dispensa a mediação do narrador. Tendo sua origem na Grécia antiga, o teatro clássico tem como principal característica a Catarse, ou seja, a “purificação da alma”, a tensão desfeita após o desfecho de uma cena, porém, esse “efeito” sobre o público não pode ser considerado uma característica da tragédia moderna, pois nesta, odesfecho não provoca a mesma tensão na plateia que a primeira é capaz de provocar.
A tragédia moderna apresenta aspectos peculiares que a diferenciam da tragédia grega antiga: é mais triste e mais e mais desesperada. Sendo assim, a melancolia torna-se uma das suas principais características.
O presente trabalho tem como objetivo abordar s principais características do herói trágico e traçar umparalelo entre Antígona, a tragédia clássica descrita por Sófocles, e Hamlet, a tragédia moderna descrita por Shakespeare.

1- Antígona, a tragédia clássica de Sófocles
Antígona é a versão clássica do mito descrita pelo dramaturgo grego Sófocles, apresentada em Atenas no ano 441 a.C.
Com raízes na trágica história de Édipo Rei, Antígona carrega consigo a maldição da família dos Labdácidas,por ela própria ser fruto da união incestuosa de Édipo com sua mãe Jocasta.
Antígona representa o conflito entre Estado e indivíduo, ou seja, a repressão autoritária é evidenciada nas atitudes de Creonte, tio de Antígona e, esta, representa o indivíduo, tendo suas ações movidas pelas raízes familiares, sendo esta característica observada na atitude corajosa de dar sepultamento a seu irmão Polinice,desobedecendo assim, a ordem promulgada (por Creonte) em Tebas.
A peça é composta por cinco episódios, cinco estásimos (as entradas do coro) e o êxodo, ou seja, a parte final, que representam características fundamentais do teatro clássico, juntamente com o uso de máscaras que é a essência da representação.
A história começa com a morte de Etéocles e Polinice, irmãos de Antígona, também filhosde édipo e Jocasta e, tem sua sequência com o prólogo que é dialogado, na qual as irmãs Antígona e Ismênia conversam sobre a morte dos irmãos.
Antígona tenta convencer Ismênia a ajudá-la a dar sepultamento a seu irmão Polinice (morto em uma briga com próprio irmão Etéocles na disputa pelo trono de Tebas), pois somente Etéocles recebeu sepultamento digno de seu tio Creontes. Ismênia recusa-se aajudar a irmã e, esta, decide então realizar a tarefa sózinha. Este diálogo, constitui o conflito central da peça e serve para diferenciar a personalidade das duas irmãs, ou seja, Antígona é uma personagem corajosa e dedicada a sua família, enquanto Ismene é uma personagem medrosa e submissa ao autoritarismo masculino, pois não tem a coragem de desacatar as ordens de Creontes.
A coragem daheroína e o desapontamento pela covardia da irmã pode ser evidenciada no diálogo:

-Antígona: Sepultarei meu irmão, ainda que não queiras, e o teu. Não poderão acusar-me de traidora.
-Ismene: Que ousadia! Contra o decreto de Creonte?
-Antígona: Quem é ele para separar-me dos meus?
-Ismene: Ai de mim! Pensa, irmãzinha, em nosso pai, pereceu odiado, escarnecido; ao descobrir seus crimes, os doisolhos arrancou, ele mesmo, com suas próprias mãos; depois, ela, mulher e mãe dele, dois nomes para a mesma, no laço de uma corda extinguiu a vida; há pouco, nossos irmãos, num mesmo dia se mataram, desditos, o destino comum selaram, aniquilando-se mutuamente no poder dos braços. Agora, restamos só nós duas; vê que morte miserável teremos, se à força da lei e à decisão soberana do tirano nos...
tracking img