Relatorio teste de chama

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1463 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE
INSTITUTO DE QUÍMICA
PROFA. ANA CRISTINA
DISCIPLINA: QUÍMICA INORGÂNICA EXPERIMENTAL

ESPECTROSCOPIA ELETRÔNICA

SAULO EMANUEL DIAS RODRIGUES
LÁYSA ROCHA LIMA

Natal – RN
ABRIL-2013

INTRODUÇÃO
A espectroscopia é a técnica utilizada para obter informações de substâncias através das mudanças de emissão ou absorção de energia

OBJETIVOSNa condutimetria, é analisada a maior ou menor facilidade com que uma solução conduz corrente elétrica. Em soluções líquidas a corrente é conduzida entre os elétrodos pelos íons dissolvidos, ou seja, concentração. A Lei de Ohm (U= R x I) estabelece que a corrente elétrica (I) que passa por um condutor elétrico é inversamente proporcional à resistência (R), onde U representa a diferença depotencial. O inverso da resistência é a condutividade (L = 1/R). A unidade da condutividade é o Siemen S=1/Ω.
A condutividade de uma solução depende do tipo, do tamanho e do número de íons presentes, da carga, da temperatura, da concentração iônica entre outros. Como a medida de condutividade requer a existência de íons, a condutimetria não é normalmente utilizada para as análises de moléculas que nãose dissociam.Neste experimento foi abordado apenas eletrólitos fortes que puderam ser observados a partir da sua dependência com a concentração da solução. |

PARTE EXPERIMENTAL
MATERIAL UTILIZADO
1.1.1. Substâncias utilizadas:

* Nitrato de estrôncio - Sr(NO3)2

1.1.2. Vidraria:
* Pipeta
* Béquer
* Proveta
* Balão volumétrico – 25 mL
1.1.3.Materiais Diversos
* Conta-gotas
* Pisseta
* Condutivímetro

PROCEDIMENTO EXPERIMENTAL
Inicialmente tem-se uma solução concentrada de Sr(NO3)2. Como o objetivo é medir a variação da condutividade do Sr(NO3)2 com sua concentração, é necessário preparar as soluções diluídas necessárias para fazer as análises. Os valores da concentração de cada solução foram estabelecidos previamente.Foram feitos os cálculos para descobrir o volume necessário para preparar cada solução diluída.
Parte da solução concentrada de Sr(NO3)2 foi transferida para um béquer e, com o auxílio de uma pipeta graduada, cada volume foi tomado, sendo transferidos logo em seguida para balões volumétricos de 25 mL distintos, completando-os com água destilada e homogeneizando por inversão.
Para medir acondutividade de cada solução, utilizou-se um condutivímetro. Como a solução foi feita com a água destilada como solvente, para evitar a interferência da água na condutividade, primeiro mediu-se a condutividade da água destilada para, desta forma, reduzir da condutividade de cada solução. Cada valor foi anotado para posterior análise.
Para não descalibrar o condutivímetro, a condutividade foi medida dasolução mais diluída para a mais concentrada.

CÁLCULO DO VOLUME DA SOLUÇÃO CONCENTRADA NECESSÁRIO PARA PREPARAR A SOLUÇÃO DILUÍDA

V2=C1.V1C2 (1)

Em que:
C1: Concentração da solução diluída desejada (mol.L-1);
C2: Concentração da solução concentrada de Sr(NO3)2 (mol.L-1);
V1: Volume da solução diluída desejada (25 mL);
V2: Volume da solução concentrada necessário para preparar asolução diluída desejada.
Então, por meio da equação 1 foram feitos os cálculos dos volumes da solução concentrada necessários na preparação das soluções diluídas; obtendo-se portanto a tabela 1, seguida dos resultados e discussão à cerca de cada dado.

RESULTADOS E DISCUSSÃO

Solução | Concentração(ppm) | Volume necessário(mL) | Condutividade(µS/cm) |
1 | 20 | 3,16 | 59,7 |
2 | 40 | 6,33 |116,6 |
3 | 60 | 9,492 | 173,1 |
4 | 80 | 12,656 | 203 |
5 | 100 | 15,82 | 265 |
6 | 120 | 18,996 | 304 |
7 | 130 | 20,579 | 327 |
8 | 140 | 22,162 | 354 |
9 | 150 | 23,745 | 373 |
10 | 157,95 | 25,00 | 395 |
Tabela 1: Concentração conhecida e condutividade encontrada por meio da leitura no condutivímetro

Os valores de condutividade tabelados não são das condutividades...
tracking img