Eni orlandi

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (345 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Uma política do silêncio. In ORLANDI, Eni Puccinelli. As formas do silêncio no movimento dos sentidos. Campinas São Paulo. Ed Unicamp. 1993 p 101-115.Podemos perceber que no texto a autora deixa claro que enquanto o poder, através da censura, se utiliza das palavras, em todos os sentidos: escritas, faladas, nas mídias televisivas e radiofônicas parafazer calar as classes dominadas, fenômeno que ela chama do silencio do oprimido, uma forma de oposição ao poder que outrora assumira ditatorialmente o Brasil, uma forma de oposição ao poder, ao statusquo, ora vigente. Este silêncio imposto se utilizou de alguns subterfúgios para se comunicar, como o uso de segundos sentidos, frases inacabadas e excluídas de jornais ou substituídas por receitaculinária ou Camões, diziam, com a ausência de palavras, sem correr o risco da repressão institucionalizada pelo estado ditatorial sedenta para se manter no poder, para isso Orlandi (e ela é operadora daspalavras falando do silêncio!) utilizou a análise de jornais e de letras de músicas da MPB. Inicialmente define e analisa o silêncio apresentando-lhes os sentidos e o seu significado, tornando-o umobjeto de reflexão em um mundo dominado pela linguagem. O silêncio é disperso e contínuo e é essa continuidade que faz o indivíduo percorrer as significações, e se mover nos sentidos, muitas vezes secala para se comunicar, fundamentando o movimento da interpretação, mesmo não falando estamos pensando, analisando, refletindo e idealizando o que nos cerca, e isso ninguém pode nos tirar para,posteriormente, se utilizar do resultado deste self no momento adequado. Ao analisar os dias de hoje, nosso contexto histórico e social, o silêncio está numa posição subalterna, pois há uma ideologiada comunicação de diversas fontes, muita das quais de péssimo gosto e vazio de conteúdo e que erroneamente se lhe atribuí um papel de interlocutor das classes dominadas, oprimidas, como por exemplo,...
tracking img