Engenharia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2826 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
O objetivo deste estudo consiste em análise e comparação de resultados entre agregados miúdos usados com frequência como areia natural e artificial com a areia reciclada para fins construtivos.

Abaixo segue descrição dos materiais estudados com respectivos resultados e conclusões:

– ENSAIOS

– CIMENTO

Tabela 1.1 - Resultados dos ensaios físicos e mecânicos do cimento CP II-F 32votoran:
Ensaios físicos Normas da ABNT Limites: NBR 11578 / 1997 Resultados
Finura 0,075 mm (%) NBR 11579 / 1991 ≤ 12 4,38
Massa específica (g/cm3) NBR NM 23 / 2001 --- 3,04
Área específica (g/cm3) NBR NM 76 / 1998 ≥2600 4.864
Tempo de Pega (h) NBR NM 65 / 2003 ≥ 1:00 02:01
≤ 10:00 03:40
Ensaios mecânicos
Resistência 3 dias (MPa) ≥ 10 24,00
Resistência 7 dias (MPa) NBR 7215 / 1997 ≥ 2031,20
Resistência 28 dias (Mpa) ≥ 32 38,70
Nota: Cimento aprovado para utilização em argamassa.
Descrição das normas Utilizadas:
NBR 11578/1997 – Cimento Portland composto
NBR 11579/1991 – Determinação da finura por meio da peneira 75 μm (n° 200)
NBR NM 23/2001 – Determinação da massa específica
NBR NM 76/1998 – Determinação da finura pelo método de permeabilidade ao ar (Blaine)
NBR NM65/2003 – Determinação do tempo de pega
NBR 7215/1997 – Determinação da resistência à compressão

Informações do produto segundo o fabricante:

“Ideal para utilização em estruturas de concreto armado, protendido, pré-moldados e na fabricação de artefatos, como blocos, pavers, tubos, telhas e vasos, dentre outros. Indicado ainda para utilização em fibrocimento, argamassas de chapisco,assentamento de blocos e revestimentos, pisos, contrapisos e groutes.” (disponível no site: http://www.mapadaobra.com.br/ProdutosSolucoes_Cimento.aspx).


– AGREGADO MIÚDO

As amostras foram coletadas de acordo com a NBR NM 26/2009 (foto1) e as reduções das amostras para ensaio foram realizadas de acordo com a NBR NM 27/2001 (foto2).


Foto 1: Amostragem


Foto 2: Redução daamostra de campo para ensaios em Laboratório método “A”




Abaixo segue resultado dos ensaios realizados com as comparações entre os agregados estudados.

Nota:
Agregado Miúdo: Agregado cujos grãos passam pela peneira com abertura de malha 4,75 mm e ficam retidos na peneira com abertura de malha de 150 µm.

.a) AMOSTRA: Areia Natural

Agregado natural

Definição: Material pétreogranular que pode ser utilizado tal e qual na natureza, podendo ser submetido à lavagem, classificação ou britagem.



Resumo dos resultados:
NBR NM 248/2003
Peneiras Pesos Porcentagens Limites conforme NBR-7211/2009
(mm) (g) Retida Acumulada Muito Fina Fina Media Grossa
9,5 --- --- --- 0 0 0 0
6,3 0 0 0 0 0 0 7
4,8 8,41 0,84 1 0 0 5 10
2,4 56,58 5,65 6 0 10 20 25
1,2 176,56 17,63 245 20 30 50
0,6 307,45 30,70 55 15 35 55 70
0,3 259,98 25,96 81 50 65 85 95
0,15 158,03 15,78 97 85 90 95 100
Fundo 34,45 3,44 100 100 100 100 100
Total 1001,45 --- --- --- --- --- ---
MÓDULO DE FINURA: 2,64 DIMENSÃO MAXIMA CARACTERÍSTICA: 4,8 mm
NBR NM 52 NBR NM 45 NBR 7218 NBR NM 46 NBR NM 49 NBR NM 30
Massa Especifíca Massa Unitária Torrões de argila Material Pulverulento ImpurezaOrgânica Absorção
(g/cm3) (kg/dm3) (%) (%) (---) (%)
2,66 1,51 0,76 2,1 Mais clara 1,3
LIMITES MÁXIMOS PERMITIDO NAS ESPECIFICAÇÕES DA ABNT – NBR – 7211/2009
NÃO ESPECIFICADO NÃO ESPECIFICADO ≤ 3 % ≤ 5 % Mais Clara NÃO ESPECIFICADO





b) AMOSTRA: Areia Artificial

Agregado Artificial

Definição: Material granular resultante de processo industrial envolvendo alteração mineralógica,química ou físico-química da matéria-prima original.



Resumo dos resultados:
NBR NM 248/2003
Peneiras Pesos Porcentagens Limites conforme NBR-7211/2009
(mm) (g) Retida Acumulada Muito Fina Fina Media Grossa
9,5 0,00 0 0 0 0 0 0
6,3 4,36 0,44 0 0 0 0 7
4,8 10,63 1,06 1 0 0 5 10
2,4 61,21 6,12 8 0 10 20 25
1,2 148,57 14,85 22 5 20 30 50
0,6 218,44 21,84 44 15 35 55 70
0,3...
tracking img