Engenharia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3699 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
XXIV Encontro Nac. de Eng. de Produção - Florianópolis, SC, Brasil, 03 a 05 de nov de 2004
ENEGEP 2004 ABEPRO 2362
Aplicação da análise ergonômica do trabalho (AET) em uma empresa
autogestionária: limites e possibilidades
Aurélio Batista Soares (UFOP) dicionario@producao.em.ufop.br
Danilo Cuzzuol Pedrini (UFOP) danilo.cuti@bol.com.br
Daniel Evaristo (UFOP) danielhormidas@zipmail.com.brFabrício Mariani Lucas (UFOP) pinguimm@yahoo.com.br
Resumo
O trabalho descreve a aplicação da metodologia de Análise Ergonômica do Trabalho - AET,
em um posto de trabalho de uma empresa autogestionária. Avaliou-se a diferença entre
trabalho prescrito e real, o uso de EPI´s, questões sócio-culturais do trabalhador e da
empresa, apresentando-se sugestões de intervenção no posto estudado, visandouma melhor
adaptação do mesmo à empregada. Discute-se também a associação entre a qualidade do
serviço realizado e a implantação de melhorias no posto de trabalho, bem como as
peculiaridades dos empreendimentos autogestionários e a relação entre estas características
e as dificuldades de se implantar mudanças neste tipo de empresa.
Palavras chave: Análise Ergonômica do Trabalho, SaúdeOcupacional, Micro-Empresa.
1. Introdução
No Brasil, a preocupação com as questões ergonômicas vem crescendo no decorrer dos anos
(ABEPRO, 2003). Cada vez mais os postos de trabalho vem sendo planejados e
desenvolvidos levando-se em consideração as necessidades do trabalhador que nele irá operar.
A abordagem multidisciplinar da ergonomia faz com que os mais diversos setores sejam
contemplados com osbenefícios da análise ergonômica do trabalho de forma mais completa e
eficaz.
Apesar dessa crescente preocupação, a ergonomia, desde sua origem, vinculou-se ao estudo
de atividades militares e de produção industrial e ainda hoje é possível notar uma maior
mobilização voltada às questões da ergonomia nos meios industriais (IIDA, 1998). Porém,
preocupadas com os possíveis encargos e puniçõesque as leis trabalhistas podem ocasionar
em caso do não cumprimento das normas da legislação em vigor, as empresas de grande porte
têm, cada vez mais, voltado esforços na melhoria das condições de trabalho. No entanto, não é
possível observar o mesmo comportamento, apesar de uma recente expansão do contingente
de profissionais interessados na ergonomia e suas aplicações no terceiro setor (IIDA,1998),
quando se trata de pequenas e médias empresas. O número reduzido de funcionários, bem
como a estrutura organizacional não muito bem definida na maioria dessas empresas contribui
para este quadro.
Além disso, esse aspecto se agrava ao se tratar de empresas autogestionárias, nas quais as
pessoas responsáveis pelos investimentos nesta área são as mesmas que seriam beneficiadas
por essesinvestimentos. Por trabalharem com margens de lucro menores do que as grandes
empresas, dá-se prioridade a investimentos que venham trazer retorno a curto prazo, em
detrimento ao investimento em recursos que melhorem as condições de trabalho.
Preocupados com estas questões, o grupo decidiu verificar o uso da AET em uma pequena
empresa, mais especificamente uma lavanderia. Foi escolhido oposto da passadeira da
lavanderia por ser um posto em que foram identificados, em uma primeira análise, vários
XXIV Encontro Nac. de Eng. de Produção - Florianópolis, SC, Brasil, 03 a 05 de nov de 2004
ENEGEP 2004 ABEPRO 2363
problemas do ponto de vista da ergonomia. A intenção do grupo era observar o posto,
identificar os principais problemas relacionados a ele e sugerir alterações que otornassem
mais correto do ponto de vista ergonômico para propiciar maior conforto à funcionária
encarregada das tarefas do posto em questão.
2. Descrição da empresa
A lavanderia escolhida, que neste trabalho será citada como lavanderia P, fica situada na
cidade de Ouro Preto, Minas Gerais. A empresa atua a cerca de três anos na cidade e possui
quatro funcionários, sendo três destes, sócios da...
tracking img