Engenharia civil

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2173 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Aços Longos

Fios e Cordoalhas para Concreto Protendido

Produtos

Fios e Cordoalhas para Concreto Protendido
Os aços para Concreto Protendido são fabricados desde 1952 no Brasil, pela Belgo Bekaert Arames, dentro dos mais elevados padrões
de qualidade, e representam o que existe de melhor em aço-carbono no mundo.

Principais Características do Concreto Protendido
• Leveza daestrutura;
• Ausência de fissuração;
• Resistência a ambientes agressivos;
• Possibilidade de execução de pré-moldagem de peças;
• Obtenção de grandes vãos;
• Baixo custo de construção, obtido pela conjugação concreto/aço
para concreto protendido;
• Facilidade de criação e viabilização de projetos de grande beleza
e valor arquitetônico.

Aplicações
Edifícios

Em lajes e vigas de edifíciosresidenciais e comerciais, a protensão em pós-tração é
largamente aplicada. No caso de lajes planas sem vigas, tipo cogumelo ou com vigas
de borda, é possível obter tetos lisos e, consequentemente, estruturas mais limpas,
econômicas, fáceis e rápidas de se construir (uma laje a cada 4 dias).
Uma vez que as instalações hidráulica, elétrica e de ar-condicionado podem ser
posicionadas rentes aofundo da laje, não tendo que passar por baixo de vigas,
inexistentes na solução, a distância entre os pisos fica menor, com uma economia
de, aproximadamente, 50 cm de altura em cada andar.
Como mais uma grande vantagem da utilização das técnicas de protensão em
pós-tração, ressaltamos a diminuição do número de pilares das obras e, assim, o
aumento da distância entre eles. Dessa forma, obtém-setotal liberdade de layout
interno, maiores espaços de estacionamento e de circulação nas garagens, o que
proporciona grandes facilidades para a venda ou a locação de imóveis.

Obras Diversas

• Barragens (viga de munhão das comportas);
• Pontes e viadutos (aduelas, caixão perdido, vigas e transversinas,
balanços sucessivos etc.);
• Aeroportos (pistas, pátios de estacionamento, hangaresetc.);
• Portos (caixões flutuantes, cais de atracação, diques secos,
plataformas marítimas de petróleo etc.);
• Piscinas, estações de tratamento de esgotos, reservatórios (elevados
e apoiados no solo), silos, radiers, pisos industriais etc.;
• Tirantes de contenção provisórios e definitivos, em solo ou rocha.

Pisos Industriais e Comerciais

Possibilita a eliminação quase total das juntasde dilatação e das barras de
transferência, tirando da obra um de seus maiores problemas de manutenção,
que é a quebra (esborcinamento) das juntas pelo tráfego constante de
empilhadeiras de rodas duras.

Artefatos de Concreto

Estacas, dormentes, postes, vigotas, pré-lajes, mourões etc.

Recuperação de Estruturas

Recuperação de estruturas e/ou reforço de obras já executadas, com cabosinternos ou externos, engraxados ou injetados
com pasta de cimento.

Galpões

Na construção de galpões industriais e de armazenamento em geral, por
meio da utilização da pré-tração são produzidos diversos tipos de peças
pré-moldadas leves e econômicas, fáceis de transportar e manusear, tais
como:
• Vigas (comum, ponte rolante, calha etc.);
• Lajes (alveolares, de fechamento, ou duplo Tetc.) e telhas para cobertura
de grandes vãos.
Assim, com a pré-fabricação, obtém-se maior controle de qualidade,
padronização de seções, rapidez na montagem, segurança, bom nível de
isolamento térmico e acústico, ótima resistência a agentes agressivos e
garantia de prazos e preços.

Fios para Protensão Aliviados (RN) e Estabilizados (RB)

Fornecidos de acordo com as normas da ABNT NBR7482, ASTM A 421 e BS 2691
Características

• Perdas máximas por relaxação após 1.000 horas a 20 °C para carga inicial
de 80% da carga de ruptura:
- Relaxação normal (RN) = 8,5%;
- Relaxação baixa (RB) = 3,0%;
• Valor médio do módulo de elasticidade: 210 kN/mm2;
• Correspondência adotada pela NBR 7482: 1 kgf/mm2= 10MPa.

Especificações dos Produtos – Fios para Protensão
Diâmetro
nominal...
tracking img