Engenharia 01

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3687 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FATOR DE POTÊNCIA




Marcio Paulo Gretter Junior


Prof. Ricardo Radünz Filho


Centro Universitário Leonardo da Vinci – UNIASSELVI

Engenharia Elétrica (ENE-18) – Trabalho de Graduação
16/05/11


RESUMO


Este trabalho nos mostra um problema muito comum nas empresas, o baixo fator de potência, esclarecendo alguns conceitos sobre potência ativa, potência reativa e potênciaaparente. Mostrando também a legislação vigente com relação ao fator de potência, e suas conseqüências pela não correção do fator de potência. A fundamentação teórica se faz necessária para conscientizar da importância desta correção e aplicação de bancos de capacitores nas empresas e com isso demonstrar formas de dimensionamentos para evitar gastos desnecessários com multas por consumo de energiareativa. Após ser feito o levantamento dos dados da empresa foi feito o dimensionamento do banco de capacitores para a carga em questão, demonstrando a importância desta adequação e o benefício por ela concedido.

Palavras-chave: Banco de capacitores; Fator de potência; Energia reativa.



1 INTRODUÇÃO


Atualmente a tecnologia tem crescido de forma assustadora de certo modo,trazendo soluções praticas e eficazes para todos os problemas do nosso cotidiano. Um dos problemas enfrentados atualmente por empresas de médio e grande porte, que possuem uma demanda de energia contratada, é o baixo fator de potência de seu sistema elétrico, fato que causa o pagamento de multa a empresa que fornece energia elétrica, no nosso caso específico a CELESC (Centrais Elétricas de SantaCatarina).


Para evitarmos o pagamento dessas multas temos que ter um cuidado maior com relação a nossa qualidade de energia e saber aproveitá-la da melhor forma possível. Para isso deve ser feito um estudo minucioso, coletando todos os dados necessários para a avaliação, descoberta e correção do problema.


Tenho então como objetivo deste trabalho coletar e analisar os dados daempresa Roterwil Madeiras Ltda ME, que está no mercado a mais de quatro anos, no ramo de pré cortados, fabricando paletes e caixas. Está atuando no 1º e no 2º turno, é atendida pela CELESC, está enquadrada no plano tarifário Horosazonal Verde, trifásico, e posteriormente fazer a devida correção dos problemas encontrados.


2 FATOR DE POTÊNCIA

O fator de potência de uma empresa é obtidoatravés da medição da defasagem entre a tensão e a corrente que circulam pelo seu circuito. Portanto a maior defasagem entre a corrente e a tensão de um circuito é de 90º, ou seja, o fator de potencia varia de zero a 1. Se o fator de potência for igual a 1, significa que toda energia que é fornecida é consumida pela carga.


2.1 POTÊNCIA

De acordo com a RESOLUÇÃO DA ANEEL Nº 456, DE 29 DENOVEMBRO DE 2000, potência é “a quantidade de energia elétrica solicitada na unidade de tempo, expressa em quilowatts (kW)”, refere-se a condição de transformarmos energia elétrica em qualquer outro tipo de energia, e é conhecida pela relação entre a tensão, medida em Volts (V), e corrente que é medida em Ampéres (A).

A tensão, independente de termos algum aparelho ou máquina emfuncionamento, sempre será a mesma, o que vai variar sempre é a corrente, conforme ligamos nossos equipamentos na rede elétrica. Portanto se quisermos saber a potência de algum equipamento é só multiplicarmos a tensão da rede elétrica, pela corrente que esse nosso equipamento consome.

Nos circuitos elétricos podemos ter cargas resistivas, no caso das resistências elétricas e lâmpadas incandescentes,cargas indutivas, no caso dos motores e transformadores, e cargas capacitivas, no caso das lâmpadas fluorescentes e computadores.

Quando ligamos vários motores a um circuito elétrico, ele se torna um circuito altamente indutivo, fazendo com que a corrente fique defasada com relação a tensão do circuito conforme na figura 1 abaixo.
[pic]
FIGURA 1 - CIRCUITO ALTAMENTE INDUTIVO...
tracking img