Enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5069 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1 Revista Brasileira de Enfermagem


2 Print version ISSN 0034-7167


1 Rev. bras. enferm. vol.61 no.4 Brasília July/Aug. 2008


1 http://dx.doi.org/10.1590/S0034-71672008000400002 

PESQUISA

 

Os direitos dos usuários da saúde em casos de infecção hospitalar

 

The rights of health users in cases of hospital infection

 

Los derechos de los usuarios de la salud encasos de infección hospitalaria

 

 

Cristina Maria Miranda de SousaI; Maria do Socorro da Costa Feitosa AlvesII; Maria Eliete Batista MouraI; Antonia Oliveira SilvaIII

IUniversidade Federal do Rio Grande do Norte. Natal, RN
IIFaculdade NOVAFAPI. Teresina, PI
IIIUniversidade Federal da Paraíba. João Pessoa, PB

Correspondência

 

 



RESUMO

O estudo objetivou apreender asRepresentações Sociais dos direitos dos usuários da saúde em casos de Infecção Hospitalar. Pesquisa exploratória com 28 profissionais da saúde e do direito de um hospital público de Teresina-PI. Os dados foram produzidos através de entrevistas e processados pelo software Alceste 4.8. Os resultados apontaram ancoragens sociais, psicológicas e psicossociológicas das representações da infecçãohospitalar, objetivadas por imagens negativas e positivas, dimensionadas em aspectos culturais vigentes, que levam a necessidade de produção de representações como forma de minimizar os conflitos que esta problemática tem gerado, com um programa inovador capaz de incentivar práticas, com atenção aos direitos que os usuários da saúde têm de ser atendidos nos hospitais sem risco de adquirir umainfecção hospitalar.

Descritores: Direito à saúde; Infecção hospitalar; Psicologia social.



ABSTRACT

The study aimed ar apprehending the social representations of the health users in case of hospital infection. Exploratory research with 28 health and law professionals and of a public hospital of Teresina-PI. The data were produced through the interviews and processed by the software Alceste4.8. The hierarchical descendent analysis showed 4 classes of words that sized up a conflict between the proposals of the program of infection control and the practicing of health professionals, seeing that negligencing the psychological aspects and direct the focus of the attention to economical, biological and epidemiological aspects, with much attention to the rights that the health users haveto be waited on the hospitals without running risk of acquiring a hospital infection.

Descriptors: Right to health; Hospital infection; Social psychology.



RESUMEN

El estudio objetivó aprehender las Representaciones Sociales de los derechos de los usuarios de la salud en casos de Infección Hospitalaria. Pesquisa explotatoria con 28 profesionales de la salud y del derecho de un hospitalestatal de Teresina-Piauí. Los datos fueron producidos a través de entrevistas y procesados por el software Alceste 4.8. La análisis jerárquica descendiente enseñó 04 clases de palabras que dimensionaron un conflicto entre las propuestas del programa de control de infección y la practica de los profesionales de la salud, puesto que negligencian los aspectos psicosociales y direccionan el foco deatención de los aspectos epidemiológicos, biológicos e económicos, sin mucha atención a los derechos que los usuarios de la salud tienen de ser atendidos en los hospitales sin correr riesgo de adquirir una infección hospitalaria.

Descriptores: Derecho a la salud; Infección hospitalaria; Psicología social.



 

 

INTRODUÇÃO

A infecção hospitalar (IH) representa atualmente umapreocupação não somente dos órgãos de saúde competentes, mas um problema de ordem social, ética e jurídica em face às implicações na vida dos usuários e o risco a que estes estão submetidos.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) define saúde como o completo bem estar físico, mental e social e não apenas a ausência de doenças. No entanto, percebe-se que a população, em geral, e até mesmo alguns...
tracking img