Enfermagem

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 26 (6306 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]
ESCOLA TÉCNICA










ALIMENTOS PARA FINS ESPECIAIS LIGHT E DIET E DIABETES





Loianne Santos Morais
Lucineide Magalhães Martins
Lucymeyre Silva Gomes do Nascimento
Viviane Batista Silva Ximenes
















Taguatinga-DF 06 Julho de 2012Loianne Santos Morais
Lucineide Magalhães Martins
Lucymeyre Silva Gomes do Nascimento
Viviane Batista Silva Ximenes






ALIMENTOS PARA FINS ESPECIAIS LIGHT E DIET E DIABETES










Relatório apresentado à disciplina de Nutrição sob
orientação da Professora Ms.Juliana Lemos, do móduloI do curso Técnico de Enfermagem da LS, TE1N4.


















Taguatinga-DF, 06 de Julho de 2012.
Professora Ms Juliana Lemos

SUMÁRIO
1.INTRODUÇÃO 4
2.CONCEITO LIGHT E DIET 5
2.1 Diet x Light 7
3.Diabetes 16
3.1 Características do Diabetes 16
3.2 Diabetes tipo 1 16
3.3 Diabetes tipo 2 17
3.4 Sintomas do Diabetes 17
3.5 Diagnósticodo Diabetes 19
3.6 Tratamento do Diabetes 20
3.7 Estilo de vida do diabético 21
3.8 Uso de insulina pelos diabéticos 22
3.9 Prevenção do Diabetes 23
4.CONCLUSÃO 25
5.BIBLIOGRÁFIA 26
























1.INTRODUÇÃO


Neste trabalho, tratarei, de maneira geral, mostrando as comparações de light e diet e a composição no rótulo, para saber se têm ascaracterísticas necessárias para quem vai consumir dos componentes da alimentação, light e diet dentre outras, que a falta de uma alimentação balanceada com tais pode causar, e abordar à fundo cada um dos itens propostos.
  Também serão abordados os problemas e cuidados com a diabete, as vitaminas, sais mineiros; problemas cardiovasculares dentre outras, que a falta de uma alimentaçãobalanceada com tais pode causar, e abordar à fundo cada um dos itens propostos





















2.CONCEITO LIGHT E DIET




Os consumidores atualmente estão procurando produtos mais saudáveis e inovadores, que sejam seguros e de prática utilização. Na esteira dessa tendência mundial cresce o consumo de produtos diet e light, indicados para quem precisamanter dietas restritivas ao açúcar ou está preocupado com a estética e em manter hábitos alimentares saudáveis. No Brasil, país da proliferação das cirurgias plásticas, clínicas de estética, academias de ginástica e das poções milagrosas para emagrecimento, não poderia ser diferente. Refrigerantes, refrescos em pó, sobremesas, pães, sopas, pratos prontos congelados e até o cafezinho com baixas caloriastornaram-se itens obrigatórios na dispensa de muitos brasileiros.

O termo diet e light é muito utilizado nos rótulos dos alimentos, podendo confundir o consumidor no momento de adquirir algum produto. Não basta confiar na classificação carimbada na embalagem. É importante conferir a composição no rótulo, para saber se têm as características necessárias para quem vai consumir. No caso derestrição de sódio, por exemplo, ela precisa estar bem clara. Quando o objetivo é emagrecer, deve ser comparado o valor calórico do produto com similares - light ou não.


No entanto, a grande maioria das pessoas não sabe diferenciar os produtos light dos diet e, ainda, em algum momento, acredita que são sinônimos. O consumidor não está suficientemente esclarecido sobre o significado destestermos e sente-se pouco seguro em utilizar tais alimentos, ou o utiliza de forma inadequada devido à falta de compreensão das declarações de rotulagem. Outro aspecto é que são poucas as pessoas que se preocupam em saber o que cada um desses alimentos apresenta em sua composição e porque são diferentes dos demais.


Consumidor e o princípio da transparência e devida informação previstos no...
tracking img