Enfermagem na uti

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3793 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 23 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE CIÊNCIAS MÉDICAS E DA SAÚDE DE JUIZ DE FORA







CURSO: 1ª ENFERMAGEM



DISCIPLINA: INICIAÇÃO CIENTÍFICA



PROFESSOR: PLINIO DOS SANTOS RAMOS









ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO NA UTI









POR









ALINE DE PAULA ANANIAS DA COSTA



ISABELA PAÇO FONSECA



JESSICA ROBERTA SILVA RABELLO



STELLA MARIA AVELLAN AMORIMTAREFA 4















21 DE NOVEMBRO DE 2011

SUMÁRIO



1. INTRODUÇÃO ------------------------------------------------------------------------- 3

1.1 Objetivo ------------------------------------------------------------------------ 5




2. DESENVOLVIMENTO --------------------------------------------------------------- 62.1 UTI ----------- ------------------------------------------------------------------- 6

2.2 Equipamentos usados na UTI -------------------------------------------- 7

2.3 Monitorização ----------------------------------------------------------------- 7

2.4 O paciente --------------------------------------------------------------------- 82.5 A família ------------------------------------------------------------------------ 9

2.6 Enfermagem na Unidade de Terapia Intensiva --------------------- 10




3. CONCLUSÃO ------------------------------------------------------------------------- 12




4. REFERÊNCIA ------------------------------------------------------------------------- 131. INTRODUÇÃO



Este trabalho consiste em apresentar a atuação do Enfermeiro em Centro de Tratamento Intensivo (UTI), com suas diversas atuações. Iremos apresentar a enfermagem no decorrer da sua história, que segundo estudos feitos por Alencar et al (2004), vem alcançando grandes conhecimentos científicos e desempenhando suasfunções não somente em normas disciplinares, mas também em rotinas repetidas da sua atuação.

A funcionalidade da UTI consiste em prestar melhor assistência aos pacientes agudos graves pré e pós-operatórios, porém recuperáveis, que precisam de vigilância e monitoração, concentrando recursos humanos e materiais, capazes de possibilitar racionalização, rapidez e eficiência no trabalho, além deequipamento adequado, pessoal especializado e treinado. Tudo isso é necessário, e muitas vezes imprescindível ao fato de que ao lado da avaliação orgânica do paciente, se faça a avaliação emocional do homem que, deitado no leito, limitado por uma serie de fatores se submete a aparelhagem desconhecida e exame dos quais ignora a finalidade. Afinal lúcido ou não, o paciente é sempre um ser humano e,como tal tem direito e merece respeito, necessitando não só de comunicar o que sente e como sente, mas também entender o que se passa em torno de si.

Para Hudak et al. (1997), o papel do enfermeiro na unidade de tratamento consiste em obter a historia do paciente, fazer exames físicos, executar tratamento, aconselhando e ensinando manutenção da saúde e orientando os enfermos para umacontinuidade do tratamento e medidas. Além disso, compete ao enfermeiro da UTI à coordenação da equipe de enfermagem, sendo que isto não significa distribuir tarefas e sim o conhecimento e si mesmo e das individualidades de cada um dos componentes da equipe, portanto é possível dizer que o enfermeiro desempenha funções cruciais dentro da unidade de terapia intensiva, no que se refere à coordenação eorganização da equipe de enfermagem. Os enfermeiros das UTIs devem aliar à fundamentação teórica (imprescindível) a capacidade de liderança, o trabalho, o discernimento, a iniciativa, a habilidade de ensino, a maturidade e a estabilidade emocional.

De acordo com Fonseca et al (1983), dentre os procedimentos que o enfermeiro atua na UTI vale destacar a assistência de enfermagem junto ao paciente...
tracking img