Enfermagem - avc

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 24 (5787 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO SOBRE
AVC - ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL

AVC - ACIDENTE VASCULAR CEREBRALSaiba mais sobre o que é AVC, como evitar e as formas de tratamento. |
O que é AVC?Acidente vascular cerebral. Esse é o nome correto do que os leigos costumam chamar simplesmente de derrame, problema que responde por 10% das mortes no mundo a cada ano. Aliás, o nome que caiu na boca do povo é apenas um dostipos desses ataques ao cérebro - o AVC hemorrágico - que nem sequer é o mais comum. | |
|
Nele, um vaso se rompe e o sangue extravasa alagando uma área da massa cinzenta. Já no AVC isquêmico, que representa 80% dos casos, acontece algo parecido ao que ocorre no coração dos infartados: uma obstrução de uma artéria bloqueia o fluxo de sangue que deveria irrigar uma determinada região. Mas nosdois tipos o resultado é o mesmo: as células da área afetada morrem, causando diversas seqüelas. Dependendo do local da lesão, pode provocar desde a morte da pessoa até paralisias, problemas de fala, de visão, de memória, entre outros. Isso é uma realidade para 2/3 dos pacientes que sobrevivem a um ataque desses.As causas mais comuns são os trombos, o embolismo e a hemorragia. O AVC apresenta-secomo a 2ª causa de morte no mundo e a principal causa de incapacidade neurológica dependente de cuidados de reabilitação.DefiniçãoA definição de Acidente Vascular Cerebral (AVC) do Dicionário Médico é uma manifestação, muitas vezes súbita, de insuficiência vascular do cérebro de origem arterial: espasmo, isquemia, hemorragia, trombose (Manuila, Lewalle e Nicoulin, 2003).Acidente Vascular Cerebral éum derrame resultante da falta ou restrição de irrigação sanguínea ao cérebro, que pode provocar lesão celular e alterações nas funções neurológicas. As manifestações clínicas subjacentes a esta condição incluem alterações das funções motora, sensitiva, mental, perceptiva, da linguagem, embora o quadro neurológico destas alterações possa variar muito em função do local e extensão exata da lesão(Sullivan, 1993). O Cérebro e o seu FuncionamentoO cérebro é envolto por umas "peles" bem finas, que lhe dão proteção, chamadas meninges. A mais extensa é a dura-máter, depois vem à aracnóide e a pia-máter. Todas estão dentro de uma "caixa óssea" que é o crânio. | Crânio aberto, mostrando o osso, a dura-máter e a aracnóide. Fonte. Netter FH. Coleção Ciba de Ilustrações Médicas,arcelona, Salvat, 1987B|
Cérebro visto de cima; note que apresenta naturalmente duas metades (direita e esquerda). Fonte: Coleção Ciba de Ilustrações Médicas, Barcelona, Salvat, 1987 | Para compreendermos melhor, vamos "dividir" o cérebro ao meio, na direção do nariz para a nuca, e teremos a metade direita e esquerda. Cada metade, por sua vez, apresenta regiões com determinadas funções conhecidas. Assim, existemaquelas responsáveis pelos movimentos de partes do nosso corpo (motricidade), pelas sensações, pela coordenação dos movimentos, pela expressão verbal (fala) e compreensão da mesma. |
Em geral, as funções motoras e sensitivas são "cruzadas”, ou seja, a metade direita do cérebro comanda a metade esquerda do corpo e vice-versa. Em outras palavras, se houver uma lesão na metade direita do cérebro, naárea correspondente ao movimento da mão, por exemplo, teremos uma diminuição da força da mão esquerda. Existem regiões que apresentam muitas funções diferentes, como o "tronco cerebral". Nele, por exemplo, está o centro que comanda a nossa respiração, além de passar todos os comandos que vêm do cérebro.Nosso cérebro, como todo o resto do organismo, necessita de oxigênio e "alimento" para trabalharnormalmente. Estas substâncias chegam a ele através do sangue, que circula dentro dos vasos sangüíneos (artérias e veias)1.1Artérias são os vasos que levam sangue do coração para todo o organismo, enquanto que as veias fazem o contrárioDiagrama da metade esquerda do cérebro, com a área de movimento (vermelho) e as áreas sensitivas (azul). Fonte: Cunningham: Manual de Anatomia Prática ,São Paulo....
tracking img