Emie durkein - solidariedade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (424 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Émile Durkheim
Émile Durkheim nasceu na cidade de Épinal (região de Lorena, França) no dia 15 de abril de 1858. Faleceu em Paris, capital francesa, em 15 de novembro de 1917. É considerado, juntocom Max Weber um dos fundadores da sociologia moderna.

Viveu numa família muito religiosa, pois seu pai era um rabino. Porém, não seguiu o caminho da família, optando por uma vida secular. Desdejovem, foi um opositor da educação religiosa e defendia o método científico como forma de desenvolvimento do conhecimento. Em boa parte dos seus trabalhos, procurou demonstrar que os fenômenosreligiosos tinham origem em acontecimentos sociais.

Aos 21 anos de idade, Durkheim foi estudar na Escola Normal Superior (École Normale Supérieure) e passou a dedicar-se ao mundo intelectual. Formou-se emFilosofia, no ano de 1882. Cinco anos após sua formatura, foi trabalhar na Universidade de Burdeos como professor de pedagogia e ciência social. Neste período, começaram seus estudos sobre sociologia.OBRAS PRINCIPAIS
- A divisão do trabalho social (1893)
- As regras do método sociológico (1895)
- O suicídio (1897)
- A educação moral (1902)
- As formas elementares da vida religiosa (1912)
-Lições de Sociologia (1912)

SOLIDARIEDADE MECANICA E ORGANICA

Mecânica – “solidariedade por semelhança. Quando esta forma de solidariedade domina uma sociedade, os indivíduos diferem pouco unsdos outros. Membros de uma mesma coletividade, eles se assemelham porquê tem os mesmos sentimentos, os mesmos valores, reconhecem os mesmos objetos como sagrados. A sociedade tem coerência por que osindivíduos não se diferenciam”.

Orgânica – “é aquela em que o consenso, isto é a unidade coerente, resulta de uma diferenciação, ou se exprime por seu intermédio. Os indivíduos não se assemelham,são diferentes [...] chama de orgânica a solidariedade baseada na diferenciação dos indivíduos por analogia com os órgãos de um ser vivo, cada um dos quais exercem uma função própria;”

//...
tracking img