Embriologia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1204 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Gene G9a

Agora, os professores Yehudit Bergman e Howard Cedar decifraram o mecanismo por meio do qual as células-tronco embrionárias deixam de ser flexíveis e passam a um estágio de maturidade que as permite se diferenciar em tecidos específicos.

Eles descobriram que o processo inteiro é governado na prática por um único gene, chamado G9a, que é, ele próprio, capaz de dirigir um programainteiro de alterações que desligam os conjuntos de genes que caracterizam cada tipo de célula e que permanecerão travados durante toda a vida do organismo, perdendo a flexibilidade das células-tronco originais.

A pesquisa pode não apenas lançar novas luzes no funcionamento desse processo central, mas também poderá ter conseqüências para os tratamentos médicos. Um dos maiores desafios atuais égerar novos tecidos para substituir células danificadas por uma série de doenças, entre elas o Mal de Parkinson e o diabetes.

Reprogramação de células adultas

Muitos esforços têm sido feitos na reprogramação de células adultas para que elas se tornem novamente pluripotentes. Apesar dos progressos recentes, ainda há muito desafios a serem vencidos (veja Células-tronco a partir da pele nãoeliminarão uso de células embrionárias).

Agora, com as novas informações descobertas por Bergman e Cedar, o programa molecular responsável pelo desligamento da flexibilidade das células-tronco embrionárias foi identificado.

Isto poderá iluminar novas rotas rumo ao desenvolvimento de enfoques alternativos para a reprogramação das células adultas de forma controlada e específica, eventualmenteeliminando o uso de vírus e o acionamento de genes potencialmente cancerígenos.

Os resultados da pesquisa foram publicados em um artigo no periódico -
---------------------------
A camada externa de células do blastocisto irá formar a placenta e outros anexos necessários para o desenvolvimento fetal no útero. A massa celular interna do blastocisto é a responsável pela formação do embriãopropriamente dito, ou seja, de todos os tecidos e órgãos humanos. Embora esta massa interna tenha a capacidade de formar todo tipo de célula encontrada no corpo humano, ela, sozinha, não pode formar um organismo, pois é incapaz de originar a placenta e os demais anexos, necessários para o desenvolvimento do feto no útero humano. As células que compõe esta massa celular são ditas pluripotentes, ou seja elaspodem originar muitos tipos de células, menos a placenta e os anexos. Pelo fato de seu potencioal não ser total, tais células não são totipotentes, não são embriões. De fato, se implantarmos apenas as células da massa intena num útero humano, elas não deverão se desenvolver num novo embrião.

As células tronco pluripotentes sofrem mais especializações originando novas células tronco, quedeverão dar origem a novas células com funções específicas. Assim temos as células tronco do sangue que dão origem aos glóbulos vermelhos, brancos e as plaquetas. Temos também as células tronco da pele, que dão origem aos vários tipos de células deste tecido. Estas células ainda mais especializadas recebem o nome de células multipotentes.

As células multipotentes podem ser encontradas em crianças e emadultos. Considere, por exemplo, uma das células tronco mais conhecidas: as células tronco do sangue. Estas células estão presentes na medula óssea de adultos e crianças. Estas células também podem ser encontradas, em pequeno número, na corrente sanguínea. As células tronco do sangue tem como função vital reabastecer continuamente nosso suprimento de glóbulos brancos, vermelhos e plaquetas,durante toda a nossa vida. Uma pessoa não pode viver sem as células tronco do sangue.
a importancia das celulas tronco na cura de doenças
Aplicações Práticas das Células Tronco Pluripotentes

Há várias razões relacionadas à importância do isolamento de células tronco pluripotentes humanas, para a ciência e para os avanços da medicina. Num nível mais fundamental, as células tronco pluripotentes...
tracking img