Eleandro de oliveira prado

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (878 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Corpo e monstruosidade no discurso fílmico sobre hermafroditismo em XXY

Eleandro Oliveira Prado*
UESB - eleandrooprado@gmail.com
Nilton Milanez**
UESB - niltonmilanez@hotmail.com


RESUMO:Este trabalho está sendo desenvolvido no quadro dos estudos do Labedisco/ UESB, com o objetivo de compreender o corpo e a construção do horror por meio de materialidades linguísticas e imagéticaspara a produção dos sentidos. E, tem como objetivo de analisar o filme argentino XXY (Lúcia Puenzo, Buenos Aires, 2007), por meio das noções de corpo e de monstruosidade no discurso fílmico sobrehermafroditismo no personagem principal Alex, interpretado pela atriz Inés Efron, a luz dos postulados de Michael Foucault (2001), e dos trabalhos de Nilton Milanez sobre transgressão, sexualidade e sujeito(2009); A cuca vai pegar (2011a) e Discurso e imagem em movimento (2011b).

PALAVRAS-CHAVE: Hermafroditismo, Monstruosidade, Sujeito.

INTRODUÇÃO
Menino ou menina? Essa interrogação não nos deixaesquecer que a identificação do sexo de uma criança gera surpresas e expectativas para muitos casais. A identidade do indivíduo passou a ser determinada pelo sexo. E se a menina quiser ser um menino?O sexo biológico é capaz de definir com exatidão a identidade de gênero de um indivíduo? E se a menina descobrir que é os dois? Mais polêmico é não possuir identidade alguma, pois a nossa sociedadenão aceita o neutro, estabelecendo categorias dicotômicas de gênero a partir da definição do sexo biológico. Tais parâmetros ainda são tão fortes e arraigados que não conseguimos cogitar a hipótese daexistência de um terceiro sexo, o(a) hermafrodita. Por tanto, pensaremos a construção do horror por meio da análise da imagem do hermafroditismo dentro do discurso fílmico em XXY.

MATERIAL EMÉTODOS
Inicialmente, fizemos uma análise do filme XXY destacando duas cenas: a primeira é quando três garotos, de forma violenta, descobrem os dois sexos de Alex e a segunda é o diálogo entre o pai...
tracking img