Efeito da vitamina c no ganho de peso e sobrevivência do híbrido tambacu

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1228 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
EFEITO DA VITAMINA C NO GANHO DE PESO E SOBREVIVÊNCIA DO HÍBRIDO TAMBACU Colossoma macropomum FÊMEA X Piaractus mesopotamicus José Américo da Silva Aiub* e Leandro Vitor dos Santos
*EAFC, Cáceres, MT. E-mail: jasaiub@yahoo.com.br

Resumo O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito da suplementação dietária com vitamina C no ganho de peso e sobrevivência de juvenis de tambacu, Colossomamacropomum x Piaractus mesopotamicus. Após oito semanas, em que foram alimentados com dietas contendo 0, 100, 200 e 300 mg de vitamina C por kg de ração. Os melhores resultados de ganho de peso e sobrevivência foram observados nos juvenis de tambacu recebendo suplementação de vitamina C de 200 mg/kg na ração. Introdução O tambacu por ser um híbrido Piaracutus mesopotamicus x Colossoma macropomumapresenta características de ambos, tendo bom crescimento. O pacu, Piaracutus mesopotamicus, é uma das principais espécies da fauna aquática brasileira. Características como rusticidade, crescimento rápido e facilidade em aceitar ração, bem como potencial para pesca esportiva e carne muito bem aceita pelo mercado consumidor tornaram o pacu uma espécie importante para aqüicultura interior (Castagnolli &Cyrino, 1986). O tambaqui, Colossoma macropomum, é nativo das bacias do Amazonas, Orinoco e afluentes. Atinge a maturidade sexual entre o terceiro e o quarto ano de vida, apresenta desova total, alta fecundidade e ovos semipelágicos (Araújo-Lima & Goulding, 1998). Sua dieta natural inclui zooplâncton, frutos e sementes, sendo considerado um onívoro com tendência a frugívoro (Honda, 1974). Para aexpansão da aqüicultura brasileira e seu desenvolvimento tecnológico são necessárias, entre outros fatores, a produção de alevinos de qualidade superior e a nutrição adequada para as principais espécies, dentro dos diversos sistemas de produção adotados. Louvshin & Cyrino (1998), analisando a situação e as perspectivas da produção comercial de pescado no Brasil, destacaram o potencial do paístornar-se um importante fornecedor mundial de pescado de água doce a partir do cultivo de espécies nativas e exóticas. A suplementação com vitamina C (ácido L-ascórbico) é indispensável em dietas para o tambaqui, e a dose mínima recomendada na ração é de 100 mg/kg, proporcionando melhor ganho de peso, conversão alimentar e sobrevivência (Chagas & Val, 2003). Assim, o objetivo do presente trabalho foiavaliar o efeito da suplementação dietária com vitamina C no ganho de peso e sobrevivência de juvenis de tambacu híbrido P. mesopotamicus x C. macropomum.

Material e Métodos O experimento foi realizado na represa da Escola Agrotécnica Federal de Cáceres MT (EAFC), durante oito semanas. Foram utilizados viveiros com tela plástica 1,5 mm de abertura e (40 x 40 x 60 cm) de tamanho, fixadas embambu como flutuador. A temperatura, os níveis de oxigênio dissolvido e os valores de pH da água dos viveiros foram continuamente avaliados. Os valores registrados desses parâmetros durante o período experimental 24,6±2,02ºC, 2,07±0,06 mg/L e 6,7±0,02, respectivamente. Os juvenis de tambacu foram adquiridos em uma piscicultura comercial, com peso médio de 16,91±5,23 g, e distribuídos, segundodelineamento inteiramente casualizado, em doze viveiros, sendo dez peixes por viveiro e três repetições por tratamento. Três dietas experimentais foram formuladas usando a dieta basal, diferindo apenas quanto à suplementação de vitamina C (0, 100, 200 e 300 mg/kg de ração). Os peixes foram alimentados com as dietas-teste por oito semanas, uma vez ao dia, ração com 28% PB consumindo 8% de seu peso vivoque foi aferido de quinze em quinze dias. Tanto no início quanto no final do período experimental foram registrados o peso e os dados de sobrevivência. Os resultados obtidos foram expressos pela méida±desvio-padrão da média. As diferenças obtidas entre as médias dos diferentes tratamentos foram analisadas pela ANOVA e posterior teste de Tukey, ao nível de 5% de probabilidade. Resultados e...
tracking img