Edvard munch

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 38 (9444 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Edvard Münch
O Percurso pelas Xilógravuras, Linógravuras e Litógravuras
Denise Peleteiro; Sofia do Mar; Vanessa Espincho Janeiro de 2011

Oficina de Impressão: Serigrafia e Gravura

Edvard Münch Janeiro de 2011

“Oh, divino Dionísio, porque me puxas as orelhas?” perguntou um dia Ariane a Naxos, durante uma de suas famosas conversas com seu amante filósofo .“Tuas orelhas têm para mimalgo de cômico, oh Ariane. Por que não são elas ainda mais longas?” (Nietzsche, 1974a, DI, # 19, p. 69) “A obra de arte é como um cristal: como o cristal, ela deve ter também uma alma e o poder de brilhar” (Münch, 1988, p. 112) Tempo Social; Rev. Sociol. USP, S. Paulo, 5 (1-2): 67-111, 1993 A R T I G O(editado em nov. 1994)

Página 1

Edvard Münch Janeiro de 2011

Página 2

Edvard MünchJaneiro de 2011

Índice
Introdução ............................................................................. 4 A Vida do Artista .................................................................... 5 Influências ........................................................................... 17 Contexto Histórico ............................................................... 19 A Obra Gráfica..................................................................... 22 Gravura e Técnicas ............................................................... 43 Conclusão ............................................................................ 54 Bibliografia .......................................................................... 55 Webliografia........................................................................ 55

Página 3

Edvard Münch Janeiro de 2011

Introdução
No âmbito da Unidade Curricular Oficina de Impressão: Serigrafia e Gravura, foi proposta a elaboração de um trabalho teórico sobre um artista que de alguma forma tivesse relação com a temática da U.C. Deste modo, o artista retrato no trabalho que se segue. Edvard Münch, pintor expressionista para além dopercurso pela pintura, evidenciou-se também pelo campo da impressão, mais concretamente pela Xilógravura, pela Linógravura e pela Litógravura. Assim senfo, o trabalho apresentado relata não apenas a sua vida, como seria de esperar, mas essencialmente, o seu percurso por estas experiências, do qual resultaram fantásticas e admiráveis obras.

Página 4

Edvard Münch Janeiro de 2011

A Vida doArtista
Edvard Münch nasceu em 1863, na Noruega. A sua educação ficou ao cargo de uma tia, devido à morte da sua mãe (de tuberculose) enquanto este tinha apenas 5 anos, que por sua vez proporcionou a sua iniciação no mundo das artes. Deste modo, Münch ingressou na Escola de Artes e Ofícios da actual cidade de Oslo, então denominada de Kristiania. Assim, começou a pintar, com inspiração noNaturalismo, sob influência do seu mentor Chistian Krogh (um dos principais artistas noruegueses na arte realista, com intensa repercussão social). Os problemas familiares não se ficaram só pela morte da sua mãe, pois a sua irmã mais velha morreu com 15 anos vitima de uma doença denominada “Tísica” (mais conhecida também por tuberculose), a irmã mais nova foi internada com diagnóstico de esquizofrenia e oseu pai tinha surtos de depressões, associados também a fascínios de fanatismo religioso. O próprio artista também sofreu algumas perturbações, pois, aos 35 anos, sofreu um colapso nervoso, agravado por um desgosto amoroso e por dependência alcoólica.

Página 5

Edvard Münch Janeiro de 2011

“Queremos mais do que uma mera fotografia na Natureza. Não queremos pintar bonitos quadros paraserem pendurados nas paredes das salas de visitas. Queremos criar arte que dê algo à humanidade” (Edvard Munch) Todo o percurso de vida do artista foi acompanhado por acontecimentos conturbados, que assim influenciaram as suas obras, pois estas sempre foram caracterizadas por temas relacionados com a doença, a angústia e o delírio, onde o próprio Munch dizia: “Eu não posso desfazer-me das minhas...
tracking img