Economia suecia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 34 (8303 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE METROPOLITANA DE CURITIBA – FAMEC



















SUÉCIA





















SÃO JOSÉ DOS PINHAIS

AGOSTO/2012

ANE CAROLINE DE OLIVEIRA E SILVA

GISELE MARIA TOCHA

RUBIANE STANISKI DE SOUZA DE ARAUJO

SELMA APARECIDA DE MELO

THANY CRISTINA MARAFIGO











SUÉCIA

Trabalho de Economia, sobre o país Suécia.SÃO JOSÉ DOS PINHAIS

AGOSTO/2012



SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 4

HISTÓRIA 5

ECONOMIA 13

CARACTERÍSTICAS 18

CURIOSIDADES 29

CONCLUSÃO 33

REFERÊNCIAS 34































INTRODUÇÃO

Este trabalho tem como objetivo apresentar todas asinformações relevantes sobre o país Suécia.

A Suécia oficialmente Reino da Suécia, é um país nórdico, localizado na Península Escandinava na Europa Setentrional.

A Suécia divide fronteiras terrestres com a Noruega, a oeste, e com a Finlândia, a nordeste, além de estar ligada à Dinamarca através da Ponte do Øresund, no sul.

A Suécia é uma monarquia constitucional com um sistema parlamentarde governo e é uma economia altamente desenvolvida. O país ocupa o quarto lugar do mundo no Índice de democracia, feito pela revista inglesa "The Economist", e o sétimo lugar no Índice de Desenvolvimento Humano da ONU. O país é membro da União Europeia desde 1 de Janeiro de 1995 e também é membro da OCDE.

A Suécia emergiu como um país independente e unificado durante a Idade Média. No séculoXVII o país expandiu seus territórios para formar o Império Sueco. A maior parte dos territórios conquistados fora da Península Escandinava foi perdida durante os séculos XVIII e XIX. A metade oriental da Suécia, o que hoje é a Finlândia, foi perdida para a Rússia em 1809. A última guerra na qual a Suécia esteve diretamente envolvida foi em 1814, quando a Suécia forçou por meios militares a Noruegaa se juntar ao país e criar o Reino da Suécia e Noruega, uma união que durou até 1905. Desde então, a Suécia ficou em paz, com a adoção de uma política externa não alinhada em tempos de paz e de neutralidade em tempo de guerra.















HISTÓRIA

A ocupação do país tem início pelo sul durante a Idade da Pedra, quando o gelo resultante da última glaciação recuou. Pensa-seque os primeiros habitantes foram povos caçadores e recolectores que viviam daquilo que o mar (Mar Báltico) lhes fornecia e que teriam chegado a região, seguindo as renas, sua presa típica. Durante a Idade do Bronze, o desenvolvimento populacional fez com que o sul da Suécia fosse densamente povoado, como atestam as ruínas de grandes comunidades comerciais. Alguns Estados estabelecem-se, próximo aoLago Mälaren no século I a.C. e também um com sede na cidade de Uppsala. Estes reinos foram unificados pela primeira vez entre os séculos VI e IX e logo se segue a Era Viking na Suécia em que os suecos conquistaram regiões do Báltico e da Rússia até o Mar Negro.

A cristianização do país tem início com a chegada de missionários alemães e ingleses no século XI. Em 1397 os quatro paísesescandinavos foram reunidos através de linhagens e casamentos na União de Kalmar, mas a disputa entre os nobres de cada país pelo trono os separou no início do século XVI.

O século XVII viu a Suécia tornar-se uma das principais potências europeias, devido ao sucesso da participação na Guerra dos 30 anos, iniciada pelo Rei Gustavus Adolphus. Esta posição iria desmoronar-se no século XVIII, quando aRússia conquistou os reinos da Europa do norte na Grande Guerra do Norte e, eventualmente, quando em 1809 se assistiu à separação da parte oriental da Suécia, criando-se assim a Finlândia como um grão-ducado Russo.

A história recente sueca tem sido pacífica. A última guerra na qual participou foi a Campanha Contra a Noruega (1814), que estabeleceu uma união dominada pela Suécia. Esta união...
tracking img