Economia criativa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2877 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 2 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalho de Economia
Economia Criativa

Deise
Denis
Fábio
Jane
Jonathan

Gravataí
Novembro – 2012
Introdução
Este trabalho tem como objetivo expor de uma maneira simples, a economia criativa, que de uns anos pra cá mostrou sua força, principalmente com o avanço rápido da tecnologia, que é um de seus pilares. Neste trabalho serão apresentados em vários aspectos os efeitos causados pelaeconomia criativa tanto no aspecto macroeconômico quanto no microeconômico.

História da economia criativa
A economia criativa vem do termo “indústrias criativas”, que apareceu no discurso chamado “Creative Nation” (Nação Criativa), feito pelo Primeiro-Ministro da Austrália, em 1994. O discurso defendia a importância de aproveitar as oportunidades geradas pela globalização e pelas mídiasdigitais como forma de informar e enriquecer a criatividade das pessoas e sua contribuição para o desenvolvimento do país.
A ideia ganhou força em 1997, na Inglaterra, quando, para fazer frente à crescente competição econômica global, o governo do então Primeiro-Ministro Tony Blair criou uma força tarefa que envolvia vários setores, encarregada de analisar as tendências de mercado e as vantagenscompetitivas nacionais. Destaque para a parceria público-privada e para a articulação entre os diferentes setores e pastas públicas nas áreas de cultura, desenvolvimento, turismo, educação e relações exteriores, entre outras.
Como resultado desse trabalho foram identificados 13 setores de maior potencial para a economia britânica –  um modelo que acabou replicado em diversos países. A esse conjunto desetores, cujo foco era a possibilidade de geração de direitos de propriedade intelectual, deu-se o nome de “indústrias criativas”.

Conceito
A economia criativa tem até o momento vários conceitos, todos são bem semelhantes, um dos mais populares é o de John Hawkins, que defende a ideia de que a economia criativa precisa de pessoas malucas, de acordo com Hawkins a economia criativa está muitoligada a novas necessidades.
O especialista ressaltou três princípios básicos, imprescindíveis quando se quer ter novas ideias - e fazer negócios a partir delas:
1. Todo mundo nasce com imaginação e criatividade; elas não são características especiais 
2. Criatividade requer liberdade para pensar, se expressar, explorar, descobrir, questionar etc e 
3. Liberdade precisa ter acesso ao mercado.Segundo à economista Lidia Goldstein, economia criativa é um conjunto de setores, todos ligados a criatividade e novas tecnologias, que são os setores que hoje em dia, no mundo atual são setores fundamentais para dar a competitividade e o diferencial para cidades, países e a indústria.
Outro grande precursor da economia criativa e da colaboração humana é Gil Giardelli, que define a economiacriativa como o poder do conhecimento e da colaboração. Vendem-se sonhos, ideias e pensamentos positivos: os produtos finais de um novo ramo econômico, que se alimenta da criatividade como matéria-prima. Uma economia que depende do cérebro humano, da informação e do conhecimento. Ideias que geram lucro em uma indústria capaz de induzir e estimular o crescimento de outras áreas da economia, afirmaGiardelli.
E há também o conceito do livro Criative Industries, e segundo ele: “Os setores que têm sua origem na criatividade, na habilidade e em talentos individuais e que possuem um potencial para a criação de riqueza e empregos através da geração e da exploração de propriedade intelectual”.

Principais áreas da Economia Criativa
No Plano da Secretaria de Economia Criativa,  as políticas públicasadotadas no Brasil consideram como atividades criativas os seguintes eixos: Patrimônio (patrimônio material; patrimônio imaterial; arquivos; museus); Expressões culturais (artesanato; culturas populares; culturas indígenas; culturas afro-brasileiras; artes visuais); Artes e Espetáculos (Dança;  Música; Circo; Teatro); Audiovisual, do Livro, Leitura e da Literatura (cinema e vídeo; publicações e...
tracking img