Drugs

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2194 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de maio de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
O problema fica particularmente complexo quando esses indivíduos são socialmente excluídos, tornam-se incômodos e, por consequência, são classificados como "indesejáveis", como é o caso da população em situação de rua que compõe as assim chamadas "cracolândias".
Aqui cabe lembrar que a situação de exclusão social e miséria se relaciona ao fato dessas pessoas terem sido privadas de acesso àmoradia, ao trabalho, à educação e à saúde. Com recursos tão precários, encontram-se vulneráveis e muitos acabam se tornando dependentes de álcool e de outras drogas.
Para o observador externo, o que se faz visível é apenas uma massa amorfa de "molambos" usando crack a céu aberto em espaços públicos. Privados de sua identidade e de sua cidadania passam a ser nomeados de "craqueiros" ou "cracudos", pelocomportamento de utilizarem uma droga euforizante, talvez a única possibilidade de obterem algum tipo de prazer em suas existências miseráveis.
Criam-se muitas lendas urbanas a respeito desses dependentes. Chamados de "zumbis", reforçou-se o mito de que a droga é o mal que os levou àquela situação de extrema penúria. Foi desconsiderado um fato cientificamente comprovado de que a grande maioriados usuários de substâncias, licitas ou ilícitas, não é levada à dependência nem é conduzida, necessariamente, a uma situação de miséria existencial ou exclusão social.
Mas a droga tem sido um ótimo "bode expiatório" para que não tenhamos que olhar para os grandes e complexos problemas por traz da questão. Acirraram-se os discursos proibicionistas e as medidas repressivas.
Isso, aliado a umalegislação ambígua e a políticas públicas higienistas, leva a um verdadeiro genocídio étnico-social, tornando esses "seres indesejáveis" ainda mais miseráveis e agravando assim ainda mais o problema social que os cerca.
Diversas experiências internacionais têm mostrado que o resgate da cidadania é o fator de maior sucesso na abordagem de populações socialmente excluídas. Foi a resposta que encontraramcomo alternativa ao fracasso dos modelos de intervenção baseados na repressão, tanto policial quanto assistencial.
Se a repressão ao tráfico é algo necessário enquanto medida normativa dentro de um grupo social, a repressão policial tem se ocupado equivocadamente da punição de usuários ou dependentes, não sendo capaz sequer de identificar os verdadeiros traficantes.
No âmbito assistencial, propõem-semedidas restritivas da liberdade, punitivas e afrontosas aos direitos humanos, sob a forma de internações compulsórias ou involuntárias, de eficácia praticamente nula. As intervenções que priorizaram o acesso a moradia, trabalho, educação e saúde, sem exigir a abstinência do uso de substâncias, chegaram a resultados incomparavelmente melhores.
Isto apenas confirmou que a droga não é a vilã, masapenas a ponta de um iceberg muito mais perigoso. E se não olharmos para o que está mais abaixo, vamos todos afundar.
Esquizofrenia
Teoria das Drogas
Não há provas de que drogas lícitas ou ilícitas causem esquizofrenia. Elas podem, contudo, agravar os sintomas de quem já tem a doença. Certas drogas como cocaína ou estimulantes podem provocar sintomas semelhantes aos da esquizofrenia, mas não háevidências que cheguem a causá-la.
E até as drogas mais pesadas tiveram seus efeitos danosos atenuados em alguns países europeus (à exemplo da Alemanha), onde existem "salas de uso", local em que os usuários consomem referidas substâncias de uma forma menos danosa (com monitoramento de profissionais, distribuição de material descartável, diminuição ou erradicação do consumo em virtude de trabalhospsicológicos sobre os usuários, etc). 
legalização e a regulamentação seriam mais eficientes, pois nestes sistemas, a maconha seria completamente legalizada, e a cocaína seria mais restringida, produzida por químicos farmacêuticos (como já foi há tempos passados), sendo muito menos prejudicial para a saúde. O número de usuários de drogas pesadas iria cair, como já foi comprovado em vários países,...
tracking img