Drogas e seus efeitos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7572 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Trabalhos Enriquecidos, Trabalhadores Empobrecidos? Autoria: Marco Antônio de Paula Faria, Anderson de Souza Sant Anna RESUMO Este trabalho tem como objetivo apresentar resultados de pesquisa destinada à análise comparativa dos níveis e fatores de qualidade de vida e estresse no trabalho entre profissionais de áreas de comercialização de serviços padronizados e customizados de uma grande empresabrasileira do setor de serviços. Para tal, foi realizada pesquisa de natureza quantitativa, utilizando-se como instrumento de coleta de dados questionário, composto por escalas do tipo Likert. Como referencial teórico, adotou-se o Modelo das Dimensões Básicas da Tarefa (HACKMAN e OLDHAM, 1975) e o Modelo Dinâmico do Estresse (COOPER, SLOAN e WILLIAMS, 1988). Pelos achados observa-se uma inversãodas tradicionais escalas das necessidades humanas (MASLOW, 1977; HERZBERG, 1966), centrando-se a organização pesquisada na promoção de fatores associados ao conteúdo do trabalho (fatores motivacionais), como estratégia de tamponamento da insatisfação com fatores de contexto (higiênicos). Em suma, constatam-se profissionais motivados com suas tarefas, pois desafiantes e ricas em conteúdo, poréminsatisfeitos com as condições sob as quais as realizam (volume e ritmo de trabalho, estabilidade, remuneração), indicando a relevância de olhar crítico quanto à aplicação contemporânea dos clássicos modelos de motivação. INTRODUÇÃO A partir de fins da década de 1970, a flexibilização dos processos produtivos e a customização de produtos e serviços - esta última compreendida, em sentido estrito, comoo desenvolvimento de soluções individualizadas, únicas no contexto - despontam como tendências conceituais (SLACK, 2002; WOOD JR., 1994; GIANESI e CORRÊA, 1994), as quais passam a configurar-se como tecnológica e economicamente viáveis, a partir dos anos noventa, com a introdução de inovações gerenciais e de base microeletrônica (GITHAY e FISCHER, 1996; FREYSSENET, 1995; FERRATTI, 1994; SALERNO,1994). Ainda hoje, todavia, conforme atestam estudos sobre o tema (SLACK, 2002; LAMPEL e MINTZBERG, 1996; GIANESI e CORRÊA, 1994), a maioria das empresas ainda encontramse distantes da aplicação plena do potencial de customização, notadamente, aquelas atuantes em ambientes de produção de bens manufaturados. Ambientes esses em que, não obstante a produção de artigos com diferentes possibilidades deconfiguração, assentam-se sob condições que ainda exigem certo grau de padronização, como se observa, por exemplo, em produtos como automóveis e computadores. No setor de serviços, por outro lado, já se observam ofertas de serviços com graus crescentes de customização, principalmente, em soluções direcionadas ao chamado mercado de negócios (business to business). Como exemplos de avançossignificativos nesse setor pode-se destacar as evoluções dos portfolios de serviços e soluções oferecidos pelas indústrias de softwares, telecomunicações, energia elétrica, consultoria, projetos, dentre outras. Tal crescimento tem despertado o interesse de gestores e acadêmicos, em especial quanto à sua real extensão e potenciais impactos sobre a dinâmica organizacional. Em primeiro lugar, constata-se anecessidade de uma maior compreensão de suas implicações sobre as relações inter e intra-organizacionais. Afinal, o foco das organizações, sob o novo conceito, deixa de ser o mercado de massa, seus segmentos ou nichos, passando a ser, no limite, o cliente; o que resulta em implicações nas formas de estruturação e integração de suas diversas funções internas, bem como em suas relações com as demaisorganizações que compõem sua cadeia 1

produtiva (SLACK, 2002; HAYES e WHEELWRIGHT, 1984). Para além da análise das implicações desse novo conceito sobre os processos de suprimento, produção, distribuição, marketing e relações inter-firmas, revela-se, igualmente relevante, um maior entendimento de seus efeitos sobre os trabalhadores. A rigor, seria de se esperar que profissionais atuantes em...
tracking img