Do mutualismo ao mercado - o crédito agrícola em portugal

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 192 (47789 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Do Mutualismo ao Mercado A Banca Mutualista em Portugal
Estudo de Caso: O Crédito Agrícola Mútuo

Dina Santos

Dissertação de Mestrado em Sociologia Económica e das Organizações Fevereiro de 2012

1

Do Mutualismo ao Mercado - A Banca Mutualista em Portugal Estudo de Caso: O Crédito Agrícola Mútuo

Rua Prof. Henrique de Barros, 4 - 7º, 2685-338 Prior Velho telefone: (+351) 213 136 900:: fax: (+351) 213 136 991 e-mail: fenacam.direccao@creditoagricola.pt www.creditoagricola.pt Rua Viriato, n.º 7, 1050-233 Lisboa :: [Metro: Picoas] telefone: (+351) 213 878 046/7/8 :: fax: (+351) 213 858 823 e-mail: cases@cases.pt www.cases.pt COLEÇÃO ESTUDOS DE ECONOMIA SOCIAL

Nº 3 - Do Mutualismo ao Mercado - A Banca Mutualista em Portugal Estudo de Caso: O Crédito Agrícola Mútuo | DinaSantos Grafismo, composição e paginação: João Baptista FENACAM | CASES - dezembro de 2012 As opiniões expressas neste ensaio são da exclusiva responsabilidade do seu autor e não vinculam a FENACAM / CASES. A autorização para reprodução total ou parcial do texto deverá ser solicitada ao autor e ao editor. A autora escreve de acordo com a antiga ortografia. Impressão: FENACAM - SPDA-Serviço de ProduçãoDocumental e Aprovisionamento Tiragem: 1000 exemplares ISBN:
2

Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Sociologia Económica e das Organizações, realizada sob a orientação científica do Professor Doutor Rui Santos

3

O mutualismo nos tempos modernos, é uma questão social de extraordinária importância económica. Não tem a feiçãoguerreira das idades primitivas, nem o caracter religioso das épocas em que as Igrejas representavam a principal força espiritual, mas constitui sem dúvida uma grande causa da humanidade. [...]as “imagens de mundo” criadas por ideias têm, como chicotadas, determinado as sendas pelas quais a acção foi sendo empurrada pela dinâmica do interesse. Max Weber J. F. Grilo

4

Aos meus pais, porsempre me terem incentivado a ler, a estudar e a ir mais longe. AGRADECIMENTOS

Á Ana Correia e ao Miguel Sousa por me terem incentivado a empreender este desafio, e por me provarem que nunca é tarde para aprender. Aos meus colegas de Mestrado, e muito em especial à Carla Melo, pelas muitas horas passadas a trabalhar. Aos meus colegas de trabalho, em especial ao Rui Estrela, e às minhas chefias,pela paciência e compreensão que sempre tiveram comigo ao longo deste percurso. Ao Professor Daniel Alves do Departamento de História e do Instituto de História Contemporânea da FCSH da UNL, pela colaboração na elaboração da cartografia do Crédito Agrícola, através do Projecto AtlasCartografia Histórica. Aos meus professores, todos eles me marcaram desde as carteiras da Escola Primária, mas aquifica um destaque especial para o Professor José Manuel Resende, pelo empenho, carinho e enlevo com que sempre nos “contou” a Sociologia. Ao meu orientador, Professor Rui Santos, pela paciência, dedicação, compreensão e apoio, e por acreditar que eu terminaria esta odisseia.

Por fim, para ti Quim, pelos serões que passaste sózinho, pelos jantares que me preparaste, mas sobretudo pelo incentivo quesempre me deste, pelas longas horas passadas em comum na Torre do Tombo, na Biblioteca Nacional e nas Bibliotecas Municipais, ou a lançar e verificar moradas e datas de fundação de Caixas Agrícolas, e pelo orgulho que sempre trazes no olhar quando lês os meus trabalhos. A todos o meu Obrigada.

5

Num mercado onde dominam os grandes grupos financeiros e onde existem estratégias agressivas deconcorrência, o Crédito Agrícola, enquanto sistema cooperativo e mutualista bancário criado em 1911, tem conseguido não só sobreviver como obter sucesso. RESUMO Este trabalho descreve o percurso do Crédito Agrícola desde a sua génese como projecto político, claramente alternativo à banca comercial, e a criação da legislação que o concebe de forma institucional até aos nossos dias, e procura...
tracking img