Diversidade na sala de aula

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2362 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de maio de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Diversidade na sala de aula

Page 1 of 6

O CONTEXTO

DIVERSIDADE: Como atender a diversidade de alunos que temos em classe?

UM CASO Flávio é professor de Matemática e dá aulas para as primeiras séries do Ensino Médio. Apesar de ser uma escola particular ele está cada vez mais perplexo com a composição heterogênea dos alunos em sala de aula. Não se trata somente de haver distintos níveisde pontos de partida muito diferentes entre si, mas, mesmo entre esses diferentes grupos, encontra alunos que possuem uma enorme capacidade para aprender e outros que sofrem muito para aprender o conceito mais elementar de cada temática. De outro lado, existem ao menos dois grupos no que se refere à motivação para aprender, que não tem nada a ver a capacidade: alguns alunos que apresentam umaenorme facilidade e não querem aprender nada, enquanto outros que apresentam mais dificuldades se mostram bastante

interessados. Além de tudo isso Flávio de deu conta de que existem não dois, mas muitos estilos de aprendizagem diferentes: alguns alunos precisam de um descanso entre um exercício e outro, mas outros não; uns utilizam um estilo analítico enquanto outros, um estilo sintético naaprendizagem; uns usam mais a modalidade auditiva, enquanto outros a visual...E com tudo o anteriormente já dito, ainda há a questão dos interesses dos alunos, pois alguns já sabem muito claramente que desejam seguir no futuro carreira na área de exatas e portanto têm muito interesse em matemática e outros, fazem questão de dizer: ___ nada que tenha ciências exatas! Deus me livre!! Para não dizer quenão há mais nada, ainda existem os indisciplinados, os que conversam durante as explicações, os que não fazem as tarefas nem

mhtml:file://C:\Documents and Settings\Angela Freire\Meus documentos\ESPAÇO PEDA...

4/6/2008

Diversidade na sala de aula

Page 2 of 6

em aula, nem em casa e, segundo Flávio, há um desgaste muito grande em ficar chamando a atenção destes alunos o tempo todo.Flávio está desesperado. É impossível atender a todos de uma forma individualizada com tantas classes, tantas provas, tantas reuniões. Como um professor interessado que é, ele pergunta: que posso fazer?

*** Nota: nem era preciso contar que Flávio é um professor interessado. Afinal, ao invés de reclamar da bagunça e da falta de pré-requisitos dos alunos ele apreendeu a existência de diferentesmotivações, interesses, estilos de aprendizagem, entre tantas outras percepções que não foram relatadas acima.

QUE SE PODE Flávio tem razão: a situação é desesperadora. Com tantas classes, tantos FAZER? diários de classe, tarjetas, correção de provas e reuniões, não há tempo nem condições para atender cada aluno individualmente. A primeira solução seria a redução do número de classes em que ele dáaulas( lógico com o mesmo salário), da papelada que se tem que apresentar e do número de alunos em sala de aula. Infelizmente, resolver a situação desta
Como? sempre se queria era

forma não está ao alcance de pensei queCruzar os braços? Não está de acordo Flávio. o que
ensino com os princípios e a compreensão que Flávio tem do que é ser professor. individualizado para cada aluno!

Mas, dentro dasala de aula, Flávio pode trabalhar de outro modo. Pode trabalhar com a proposta de ensinar a turma toda, independentemente das diferenças de cada um dos alunos. Bem, quem leu o texto até aqui deve estar pensando:

Mas não é nada disso. Que tal ler o texto abaixo?

Uma Escola de qualidade para todos os alunos
A sala de aula é o grande termômetro pelo qual se mede o grau de febre das mudançaseducacionais e é nesse micro espaço que as reformas verdadeiramente se efetivam ou fracassam. Embora a palavra de ordem seja reformar o nosso ensino, em todos os seus

mhtml:file://C:\Documents and Settings\Angela Freire\Meus documentos\ESPAÇO PEDA...

4/6/2008

Diversidade na sala de aula

Page 3 of 6

níveis, o que verificamos quase sempre é que ainda predominam formas de...
tracking img