Diversidade dos morcegos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2425 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE FEDERAL DO AMAZONAS – UFAM
INSTITUTO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA – ICET
LICENCIATURA EM CIÊNCIAS: Química e Biologia
DISCIPLINA: Ecologia Geral
Prof. Deusimar Silva








REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
TEMA: Diversidade de Morcegos nas regiões urbanas de Boa Vista, Roraima - Brasil

ACADÊMICOS
Joselma Marques
Luciane Lima












Itacoatiara, Março de2012
OBJETIVO:
O presente trabalho tem como objetivo observar a diversidade de Morcegos no município de Boa Vista-Roraima, uma vez que, os mesmos tem papel fundamental no ecossistema atuando como polinizadores, disseminadores de sementes e no controle da população de insetos .
INTRODUÇÃO:
A fragmentação florestal tem provocado diversos efeitos sobre os ecossistemas naturais, como a redução dotamanho de diversas populações e o desaparecimento de espécies que requerem grandes áreas para sobreviver (Bierregaard et al. 1992). De acordo com Estrada & Coates-Estrada (2001), morcegos podem ser menos vulneráveis à fragmentação do que outros mamíferos devido à sua capacidade de dispersão. Assim, embora florestas venham cedendo espaço para o avanço de cidades, diversas espécies de morcegos têmdemonstrado capacidade de resistir à pressão antrópica, seja mantendo-se em fragmentos florestais localizados em perímetro urbano ou estabelecendo-se diretamente em ambientes urbanos (veja Reis et al. 1993, 2003, Sazima et al. 1994, Zortéa & Chiarello 1994, Pedro et al. 1995, Bredt & Uieda 1996, Silva et al. 1996, Félix et al. 2001, Esbérard 2003, Passos & Passamani 2003). Algumas espécies sãoecologicamente flexíveis e podem utilizar vários tipos de abrigo, além de variados recursos e estratégias alimentares (Taddei 1983, Bredt et al. 1996) em diferentes tipos de habitat, incluindo parques urbanos (Zortéa & Chiarello 1994, Passos & Passamani 2003).
Morcegos são extremamente importantes nos ecossistemas florestais, atuando na polinização, na dispersão de sementes, no controle daspopulações de insetos (Sazima et al. 1982, Taddei 1983, Uieda & Vasconcellos-Neto 1985, Altringham 1998, Bredt et al. 1996, Garcia et al. 2000) e, conseqüentemente, na formação e manutenção destes ecossistemas (Whittaker & Jones 1994, Sipinski & Reis 1995). Além disso, alguns grupos, especificamente filostomídeos, têm sido descritos como potenciais indicadores de áreas perturbadas (Fenton et al. 1992,Medellín et al. 2000). Algumas plantas populares como pequizeiro, o jambeiro, o abacateiro, a goiabeira, a mangueira e a bananeira tem sua flores polinizadas por morcegos. Alguns são importantes como polinizadores, tanto que VOGEL (1969) estimou que os morcegos desempenham papel importante na polinização de pelo menos 500 especies de plantas neotropicais, de 96 diferentes gêneros, em matas decapoeiras, sendo que muitas destas plantas são economicamente importantes para a humanidade como fonte alimentar ou ornamentais. A frugivoria é muito difundida entre mamíferos e aves, pois consomem mais de 75% das espécies de frutos de árvores tropicais (Howe & Smallwood, 1982). Ao se alimentarem, esses animais podem dispersar as sementes dos frutos consumidos. Entre os mamíferos, os morcegos sedestacam por serem os dispersores mais importantes (Fleming & Heithaus, 1981; Gorchov et al. 1993; Fleming & Sosa, 1994), podendo carregar sementes até 10 km (Phyllostomidae) ou até 50 km (Pteropodidae) (Morrison, 1978; Fleming, 1993).
Segundo Gardner (1977), os morcegos podem dispersar sementes de pelo menos 96 gêneros e 49 famílias de plantas na região Neotropical. Eles podem dispersar centenas desementes por noite (Fleming & Sosa, 1994) e milhares em um período de frutificação. Diversos estudos demonstram a importância de morcegos frugívoros na regeneração de ecossistemas florestais (Charles-Dominique, 1986; Whittaker & Jones, 1994; Medellín & Gaona, 1999), por incluírem em sua dieta, frutos de espécies de plantas pioneiras. Galindo-González (1998) comenta que morcegos da subfamília...
tracking img