Ditadura

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (797 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Quando as coisas começam a conjurar destinos perigosos, as forças conservadores sempre entram em ação. Foi assim há 44 anos atrás, no Brasil.
No dia 31 de março de 1964, foi dado o Golpe Militarque instaurou uma ditadura de 20 anos, que sufocou qualquer tipo de manifestação social de esquerda. Há muito silêncio sobre o tema, mas também muitos interessados nesse saber. Todo dia é dia, mas,acredito que hoje seja um dia ainda mais importante para pensarmos sobre esse período nebuloso de nossa história recente.
O clima era tenso na época, e se difundia a idéia maniqueísta da lutaentre o bem e o mal. Quem era o “bem” e quem era o “mal” era uma questão de perspectiva. O bloco capitalista (liderado pelos EUA) e o bloco socialista (liderado pela URSS) estavam em plena batalhasilenciosa e surda, nos sotãos da diplomacia internacional: era a chamada Guerra Fria. O poder era disputado passo a passo, território a território. Em 1959, em Cuba, a revolução castrista ganhava rumos ese encaminhava para a adesão ao socialismo, ampliando as forças da URSS, e sua influência decisiva na América Latina. E o Brasil, que destino estaria reservado para nós?
Após a renúncia dopresidente Jânio Quadros, em 1961, quem assume é o seu vice, João Goulart (Jango). Alinhado aos comunistas, ele representava uma proximidade do Brasil com o bloco socialista.
Enquanto alguns gruposde movimentos sociais, de trabalhadores, estudantes e intelectuais, equipavam-se de saberes da teoria marxista e se voltavam para um pretenso socialismo, forças conservadoras ligadas à Igreja Católica(como a TFP) e aos partidos reacionários (a UDN e o PSD) acirravam os ânimos de uma disputa surda pelo poder.
Em todos os níveis o poder era o centro das atenções: nas esferas da diplomaciainternacional, nos meandros da política nacional e estadual, assim como nos movimentos sociais, tanto da esquerda quanto da direita, revolucionários e reacionários.
Em Pernambuco, a tensão era...
tracking img