Disturbios alimentares

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 19 (4612 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
TRABALHO DE EDUCAÇÃO FISÍCA

ALUNO: JOSÉ GUILHERME ABRANTES PEREZ
SÉRIE: 7ª M 1

PROFESSORA: CRISTIANE

Londrina
2010


Distúrbios Alimentares
Atualmente, os distúrbios alimentares, que compreendem a anorexia, a bulimia e o transtorno do comer compulsivo, estão alcançando níveis epidêmicos e são responsáveis por grande número de mortes entre todos os distúrbios psíquicosconhecidos. Em cada grupo de 10 pessoas doentes uma se suicida ou morre em virtude de parada cardíaca ou desnutrição. As causas dos distúrbios alimentares são múltiplas, incluindo fatores genéticos, ambientais e comportamentais. A pressão de uma sociedade cada vez mais competitiva, o estresse e experiências de vida traumáticas, associadas ao culto do corpo perfeito têm levado muita gente, a maioriamulheres, a maltratar seu organismo, seja passando fome ou comendo em excesso.

Anorexia: é o comportamento de recusa da pessoa em se alimentar, por se considerar gorda, apesar de estar bem abaixo (cerca de 15%) do peso considerado adequado à sua idade e altura. Esta recusa está associada a um medo intenso de ganhar peso.

Características: Apresentam um distúrbio da imagem corporal que faz com que sepercebam como mais gordos do que realmente são. Esse distúrbio não diminui com a perda de peso, fazendo com que o anorético continue insatisfeito com sua aparência apesar do emagrecimento, fixando metas de peso em níveis cada vez mais baixos e podendo utilizar métodos de controle de peso cada vez mais extremos.

Sintomas: Os pacientes anoréxicos apresentam um ou mais dos sintomas:

• Recusaem manter o peso corporal em um nível igual ou acima do mínimo adequado à idade e a altura;
• Negação do baixo peso corporal atual;
• Medo intenso de ganhar peso mesmo estando com a massa corporal abaixo do normal;
• Visão distorcida negativamente do peso ou da forma do corpo;
• Amenorréia (ausência de pelo menos três ciclos menstruais consecutivos);
• Alguns pacientes manifestamsintomas depressivos como retraimento social, irritabilidade, insônia e interesse sexual diminuído.

Causas: Muitas vezes eventos negativos da vida da pessoa desencadeiam a anorexia, como perda de emprego, mudança de cidade, etc. Não podemos afirmar que os eventos negativos causem a doença, no máximo só podemos dizer que o precipitam. Muitos pacientes têm apenas um único episódio de anorexia navida, outros apresentam mais do que isso. Não temos por enquanto meios de saber se o problema voltará ou não para cada paciente: sua recidiva é

imprevisível. Alguns podem passar anos em anorexia, numa forma que não seja incompatível com a vida, mas também sem restabelecer o peso ideal. Mantendo-se inclusive a auto-imagem distorcida. A internação para a reposição de nutrientes é recomendadaquando os pacientes atingem um nível crítico de risco para a própria saúde.

Tratamento: O tratamento da anorexia continua sendo difícil. Não há medicamentos específicos que restabeleçam a correta percepção da imagem corporal ou desejo de perder peso. Por enquanto as medicações têm sido paliativos. As mais recomendadas são os antidepressivos tricíclicos (possuem como efeito colateral o ganho depeso). Os antidepressivos inibidores da recaptação da serotonina têm sido estudados, mas devem ser usados com cuidado uma vez que podem contribuir com a redução do apetite. É bom ressaltar que os pacientes com anorexia têm o apetite normal, ou seja, sentem a mesma fome que qualquer pessoa. O problema é que apesar da fome se recusam a comer. As psicoterapias podem e devem ser usadas, tanto individuaiscomo em grupo ou em família. A indicação dependerá do profissional responsável. Por enquanto não há uma técnica especialmente eficaz. Forçar a alimentação não deve ser feita de forma rotineira. Só quando o nível de desnutrição é ameaçador. Forçar alimentação significa internar o paciente e fornecer alimentos líquidos através de sonda naso-gástrica. Geralmente quando se chega a isso se torna...
tracking img