Direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (752 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE PITÁGORAS- UNIDADE DIVINÓPOLIS
Curso de Bacharelado em Direito

Graziele Machado de Almeida Arantes



RESENHA CRÍTICA

Divinópolis

2013GRAZIELE MACHADO DE ALMEIDA ARANTES

RESENHA CRÍTICA:
O PODER, OS LIMITES E OS ABUSOS DA CIÊNCIA

Resenha Crítica, elaborada com requisito parcial de avaliaçãona disciplina,Trabalho de Curso I, ministrada pela professora Kátia Camargos Nogueira.

Divinópolis

2013

O PODER, OS LIMITES E OS ABUSOS DA CIÊNCIA

No Capítulo I , do livro “ A Práticada Pesquisa” de Cláudio De Moura Castro, encontram-se algumas características e concepções sobre a epistemologia da ciência como prática de pesquisa. Obedecendo a uma estrutura lógica e cientifica depensamento.
Distingue o conteúdo cientifico de outras atividades. Além disso, mostra exemplos de como a pesquisa num determinado momento pode apresentar julgamentos de valor, deslizes etautologias.
Vivemos em um período em que a ciência desfruta de um prestígio jamais igualado, onde a reaparição da astrologia e rejeição das teorias de Darwin, a magia e as religiões místicas oufundamentalistas, e a tentativa de retorno a uma vida mais simples, mas isso não passa de reações tímidas diante de um mundo onde a ciencia e a tecnologia tendem a mudar o rumo de nossas vidas.
O rigore lógica não demarcam ou caracterizam por si sós o pensamento científico, já que são condições necessárias em qualquer discurso inteligente.
.Os enunciados científicos exercem grande impacto. Aciência traz credibilidade a qualquer assunto, por isso há um grande interesse em rotular como científicas certas proposições a fim de que adquiram maior peso.
O método científico colocaexigências invioláveis de rigor no uso da língua. Identificar esse rigor com ciência deprecia injustamente uma série de atividades. Por exemplo, filosofia não é ciência e nem por isso se pode permitir ser...
tracking img