Direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3871 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de maio de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
3. A Mediação
3.1 Conceito
Melhor do que adotarmos conceituação própria do que seja a Mediação, propomos mencionar algumas que pensamos ser as mais ideais dentre as existentes:

A mediação é uma forma de autocomposição dos conflitos, com o auxílio de um terceiro imparcial, que nada decide, mas apenas auxilia as partes na busca de uma solução. (Buitoni, 2006.) um método de condução deconflitos, aplicado por um terceiro neutro e especialmente treinado, cujo objetivo é restabelecer a comunicação produtiva e colaborativa entre as pessoas que se encontram em um impasse, ajudando-as a chegar a um acordo (Nazareth, 1998.).
Desta forma, a Mediação se utiliza de um terceiro para auxiliar as partes na busca de uma solução satisfatória para ambas, sem contudo opinar diretamente sobre a lideem questão, utilizando-se de técnicas que propiciem oportunidades para que as mesmas possam tomar decisões, auxiliando de forma construtiva o restabelecimento da
comunicação entre elas, aproximando-as de tal modo que a decisão tomada seja do agrado de todos, preservando assim as relações que existiam antes do conflito.

3.2 Forma e vantagens

A Mediação deve ser conduzida de formaconfidencial, onde as próprias partes decidirão pacificamente a melhor solução, oriunda da vontade das partes de forma colaborativa e não conflitiva.

A grande vantagem do método é a preservação das relações, pois normalmente as partes
possuem interesses na continuidade do relacionamento, por se traduzir em benefícios
mútuos que momentaneamente foi abalado por questões diversas, além da enormerapidez e agilidade na conclusão do processo(em média de dois a três meses), que tem
com custo reduzido em comparação à forma judicial.

Tendo em vista que o acordo firmado advém da vontade das partes, e não pela decisão
impositiva de um terceiro, ele se traduz de forma mais justa, sem prejuízos para um
lado, não prevalecendo a máxima de que para um ganhar outro tem de perder.
SegundoMendonça(2003, p. 34):

Dentre os principais benefícios deste recurso, destaca-se a rapidez e
efetividade de seus resultados, a redução do desgaste emocional e do
custo financeiro, a garantia de privacidade e de sigilo, a facilitação da
comunicação e promoção de ambientes cooperativos, a transformação
das relações e a melhoria dos relacionamentos.

3.3 Indicações

A Mediação tem indicaçãoquando existe a necessidade de se manter sigilo sobre a
questão controversa, o que não é possível no judiciário, quando existem problemas de
comunicação entre as partes, quando há um relacionamento tenso, mas que precisa ter
continuidade e, sobretudo, quando as partes estão dispostas a buscar uma solução para a
questão.

4. Conciliação
4.1 Conceito

A conciliação tem conceito bemsimilar ao da Mediação, onde podemos colocar que
trata-se de um esforço da partes para a resolução de controvérsias, utilizando-se do
auxilio de um terceiro conciliador de forma imparcial na condução de uma solução ao
conflito, opinando soluções quando as partes não conseguirem um entendimento.
A diferença básica é a intervenção do conciliador na proposição da solução, o que não
temos namediação, onde as partes são responsáveis na determinação das soluções.
Neste método, contudo, as partes continuam com sua autonomia no que diz respeito à

solução proposta, ou seja, aceitam se quiserem, pois o conciliador apenas propõe saídas,
quem decide são as partes de acordo com a conveniência para as mesmas.

4.2 Indicação

Segundo Nazareth(2006, p. 130), A Conciliação é maiseficaz em conflitos que
chamamos de pontuais e novos, isto é, de pouca idade. A relação entre as partes é
transitória e sem maiores que as unam. Acidentes de trânsito e algumas relações de
consumo seriam alguns exemplos.

4.3 Vantagens

As vantagens da Conciliação são todas aquelas descritas pela Mediação, ou seja,
redução do custo financeiro e emocional, sigilo, agilidade e rapidez...
tracking img