Diodo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1582 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Sistemas de Transmissão Analógica e Digital

Onde quer que vás, vai com todo o teu coração. Codificação de Linha
Fernando Gil TMMEL ver.1.1

Confúcio Filósofo e reformador Chinês (551 BC - 479 BC)
2

Introdução

Banda Base

O objectivo dum sistema de comunicação digital é transferir uma mensagem digital desde o emissor até ao receptor. Uma mensagem digital não é mais do que umasequência ordenada de símbolos produzida por uma fonte de informação discreta. A LB finita determina o limite superior do débito de símbolos e o ruído causa erros que aparecem no fim da mensagem.

O sinal é transmitido sem qualquer translação de frequência. Como o canal impõe algumas condições sobre a forma do sinal digital, de modo a melhorar o desempenho do sistema, é necessário formatá-lo e/oucodificá-lo sem alterar as suas características.

Fernando Gil TMMEL ver.1.1

3

Fernando Gil TMMEL ver.1.1

4

Transmissão digital de sinais analógicos
Sistema genérico Modulador Banda Base

Fonte da Informação

Transdutor

Amostrador

Quantificador

Codificador de fonte

Codificador de canal

Modulador que permite modular um sinal em torno dos 0Hz No caso do canal permitirtransmissão a estas frequências

Fluxo de bits codificados “Bit Stream”

Descodificador de canal

Descodificador de fonte

Conversor D/A

Transdutor

Destino

Fernando Gil TMMEL ver.1.1

5

Fernando Gil TMMEL ver.1.1

6

Codificação Digital de Canal
Objectivos Conjunto de técnicas de formatação e/ou codificação do sinal binário que ainda que possam ser aplicadas em sistemasde RF, são particularmente vocacionadas para transmissão em meios guiados: - cabo coaxial - par entrelaçado - fibra óptica - etc.

Codificação Digital de Canal

Formatação espectral Adequada informação de sincronismo (clock embebido) Redução da LB Capacidade de detecção de erros

Fernando Gil TMMEL ver.1.1

7

Fernando Gil TMMEL ver.1.1

8

Codificação Digital de Canal
PropriedadesIdeais -Transmissão de informação binária sem restrições -Baixa componente espectral nas baixas frequências e zero em DC -Viabilizar a recuperação do sincronismo -Capacidade de detecção de erros -Redução da velocidade na linha (ou de símbolo) -Formatos de sinal adequados ao CAG -Suficientemente simples para implementação prática Informação: no nível, ou, na fase Simétrico, Invertido
Fernando GilTMMEL ver.1.1

Classificação

Nº de Níveis: binária, ternária, quaternária Balanceada, Não balanceada Diferencial, Normal RZ, NRZ Polaridade: Unipolar, Bipolar, Polar

9

Fernando Gil TMMEL ver.1.1

10

Codificação Binária
Codificação Unipolar NRZ

NRZ Level Encoded RZ

- A cada nível de entrada é associado de forma unívoca um nível de saída Miller Phase Encoded Manchester -Componente DC forte, varia com a informação - Potência média normalizada = 4,5 W - Não implementa sincronismo Exemplo: TTL ou CMOS, curtas distâncias
Fernando Gil TMMEL ver.1.1

11

Fernando Gil TMMEL ver.1.1

12

Codificação Binária
Sincronismo O sinal binário resultante da codificação de fonte é convertido em impulsos série de características adequadas ao canal específico. CodificaçãoUnipolar RZ (return-to-zero)

0 0 1 1 0 1 0 0 0 0 1 0 1 0

- Diminuição da componente DC - Baixa informação de sincronismo ao nível do bit

Como sabemos onde se começa cada palavra ? Existe a necessidade de introduzir informação de sincronismo para assegurar a correcta sincronização do desmodulador
13

Fernando Gil TMMEL ver.1.1

Fernando Gil TMMEL ver.1.1

14

Codificação BináriaCodificação Polar NRZ Codificação Polar RZ

Codificação Binária

- Componente DC bastante reduzida - Potência média = 2,25 W - Não contém informação de sincronismo embebido Exemplo: RS-232, onde "one" é -5V a -12V e "zero" é +5 a +12V
Fernando Gil TMMEL ver.1.1

Componente DC bastante reduzida Introduz informação de sincronismo ao nível do bit
Fernando Gil TMMEL ver.1.1

15

16...
tracking img