DILEMAS

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1023 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DE CAXIAS DO SUL
CENTRO DE FILOSOFIA E EDUCAÇÃO
DISCIPLINA: ÉTICA EAD
NOME: GISELE GARCEZ

Trabalho sobre Dilemas Morais desenvolvido durante as aula 4 e 5.

Situação Problema
Por necessidades financeiras, um homem é levado a pedir dinheiro emprestado. Ele sabe que não terá condições de devolver o dinheiro, mas se ele não prometer (falsa promessa) a devolução, nada lheserá emprestado. O que ele deve fazer? É lícito em uma situação totalmente excepcional (por exemplo, graves necessidades financeiras) não cumprir a palavra dada? Mentir é justificável em alguns casos ou a mentira jamais é considerada uma atitude ética? Por quê?

Teoria e Argumentos
Jeremy Bentham e John Stuart Mill pensaram em uma ética que seguisse e tivesse princípios diferentes dos queKant, Ética do Dever, utilizava. Criaram um novo conceito, onde o objetivo não era agradar Deus ou depender dele e não se fundamentava em regras morais abstratas, como as de Kant.
Bentham e John estavam tentando mostrar ao mundo que o utilitarismo é uma doutrina que visa promover a maior felicidade para as pessoas envolvidas na ação. Que a ação tinha como objetivo proporcionar a maiorquantidade de felicidade ao mundo.
A definição do utilitarismo é baseada em afirmações: 1. O utilitarismo julga o agir certo ou errado através da consequência que ele obteve; 2. Ao avaliar a consequência, o único ponto elevado em consideração é a quantidade de felicidade; e 3. A felicidade das pessoas possui o mesmo valor, ou seja, não se deve julgar as pessoas como especiais (família, amigos e etc),porque são apenas “uma felicidade”.
O utilitarismo torna-se atraente porque busca promover a felicidade (o que toda sociedade busca promover em sua vida) e o que importa na ação é a consequência dela. Com isto conclui-se que quaisquer formas de preconceito são inaceitáveis, pois os preconceituosos não conseguem explicar como pessoas negras poderiam ser a causa da infelicidade da maioria.Desta forma, o utilitarismo fornece um teste para visualizar que regras e condutar irão assegurar a felicidade da maioria, além de ser alheio e autônomo em relação à superstição e preconceitos.
Este novo conceito não visa somente à quantidade da felicidade, mas também sua qualidade. Mill trouxe uma inovação ao utilitarismo quando começou a qualificar a qualidade da felicidade, começou aclassifica-las como superior e inferior. Os prazeres do intelecto, as emoções, da imaginação e os sentimentos morais, são os superiores, ou seja, são aqueles que têm permanência, maior segurança para alcança-los e menos custo. Enquanto, os inferiores são almejados por aqueles que têm fraqueza de caráter, ou seja, aqueles que buscam os prazeres do corpo e o mais fácil de conseguir.
Este novoconceito de ética tem seus pontos negativos e positivos, ou seja, ao mesmo que ela tenta proporcionar a maior quantidade de felicidade a sociedade através de suas ações, também exige muito do individuo. Os críticos apontam que a felicidade imparcial, aquela que diz que todo homem é igual, independente de sua ligação com o cidadão que prática a ação, vai contra o homem, pois trata a família, amigos edesconhecidos com o mesmo valor. Eles criticam está forma de felicidade porque o homem precisa promover a maior felicidade, mesmo que seus conhecidos não façam parte desta maioria.
Mill responde as objeções explicando que o auto sacrifício também será encontrado na ética utilitária privada, ações que não envolvem muitas pessoas, ou seja, haverá inúmeras situações que o individuo terá queabdicar da sua própria felicidade para proporcionar um número muito maior à sociedade. Para explicar melhor o que significa a imparcialidade, Mill argumenta que o utilitarismo adota a felicidade da maioria e o agente precisa ser indiferente, ou seja, praticar aquela ação com o intuito de proporcionar felicidade aos outros e não a si mesmo.
Para encerar seu discurso, Stuart Mill afirmar que o...
tracking img