Didatica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas: 11 (2540 palavras)
  • Download(s): 0
  • Publicado: 28 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP
CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA
CURSO DE PEDAGOGIA




DIDÁTICA E PRÁTICAS DE ENSINO




ÉRICA FERRACINI DA SILVA RA:1299926782
ROSANGELA NOBRE FRANCO OTTAVIANI RA:6314196137
ROSEMEIRE GIMENEZ JORGE RA:5729172713
VIVIANE PIMENTEL BELLEZINI PEREIRA RA:4944930955
VLAUDICLEIA MARQUES CAMACHO RA:1299927513Atividade Prática Supervisionada (ATPS) entregue como requisito para conclusão da disciplina “Didática e Práticas de Ensino ”, -3º semestre-, sob orientação do professor-tutor à distância Simone Anacleto Pariz.





RIO CLARO
Abril/2013




Introdução
O trabalho desenvolvido tem como objetivo elaborar um relatório contendo compreensões e reflexões sobre os desafios da práticadocente reflexiva, através de um exercício prático para estudo reflexivo sobre as questões inerentes às dimensões do processo didático: ensinar, aprender e avaliar, buscando possibilitar a construção de conhecimentos didático-pedagógicos, estabelecendo um diálogo entre a formação e a docência, assim como favorecer uma gama de reflexões teórico-práticas em relação à docência.

Projeto: Dificuldadesna aprendizagem
Público-alvo: 1º ano do Ensino Fundamental I
Justificativa/ fundamentação teórica: Identificar as dificuldades e fazer um trabalho de foco junto com a família, pois quando pais e professores se unem se torna mais produtivo o trabalho específico com cada aluno.
Objetivos Gerais e específicos: Ajudar as crianças desde cedo a lidar com suas dificuldades, auxiliando-os para que nomomento da alfabetização, exista um melhor desenvolvimento,e assim um rendimento com melhor qualidade.
Cronograma: uma semana.
Desenvolvimento/ ações: Propor atividades como: jogos, brincadeiras e atividades lúdicas com desenhos e escrita, atividades que levem as crianças a uma maior concentração, e
com isso verificar quais as crianças com maior dificuldade, e assim poder observar melhor, eencaminhar aos profissionais da área para um diagnóstico mais preciso.

A aprendizagem é uma mudança no comportamento resultante da experiência ou prática e depende da interação entre fatores individuais e ambientais.
O aprendizado é um aspecto necessário e universal para o desenvolvimento das funções psicológicas culturalmente organizadas e particularmente humanas.
No inicio do processo deescolarização, a criança pode apresentar algumas dificuldades no aprendizado, da leitura, escrita e cálculo. Convencionalmente, costumam-se dividir as dificuldades de aprendizagem em dois tipos: a) Dificuldades Escolares (DE) relacionadas a problemas de origem e ordem pedagógica e b) Distúrbios de Aprendizagem (DA) relacionados a uma disfunção do Sistema Nervoso Central (SNC), caracterizado poruma falha no processo de aquisição e/ou desenvolvimento das habilidades escolares. Os diagnósticos devem excluir problemas de ordem sensorial, mental, motora, cultural ou outras causas.
Alem dos Distúrbios de Aprendizagem, também existem crianças com transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH), também podem apresentar problemas no aprendizado, pois os sintomas de desatenção eproblemas de comportamento interferem no processo de aprendizagem em sala de aula.
Como diagnosticar uma criança, quando ela não consegue aprender?
• Preguiça

• Problemas emocionais

• Desestrutura familiar ou da escola

A maioria dos déficits na aprendizagem ocorrem em alunos que não apresentam problemas clínicos que os impedem de aprender. Mas pense: mais do que um problema orgânicoou emocional, mais até do que a desestrutura familiar, é a desestrutura da escola e seus vícios.
A escola muitas vezes se torna chata e não tem meios de competir com televisão e “games”. Mas focando em outro aspecto importante para inclusão adequada e real: a amplitude daqueles que apresentam dificuldades de acompanhamento e rendimento escolar. Quantos foram diagnosticados por especialistas,...
tracking img