Dialetica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1355 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de agosto de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O Método de Pensamento Dialético e a sua Aplicação ao Estudo Organizacional. O Caso da Educação Corporativa

Origens da Dialética e Principais Conceitos

Um fenômeno dialético deve ser entendido como um processo onde, dada uma condição e a sua negação, se desenvolve uma sucessão sem final na qual uma tese da nascimento à sua antítese e a que à sua vez gera a sua própria antítese.Heráclito de Éfeso pode ser considerado o dialético mais radical da antiguidade, do qual se possuem registros. Seu fragmento nº 91, em especial, tornou-se famoso: nele se lê que um homem não toma banho duas vezes no mesmo rio, porque da segunda vez já não serão os mesmos homem e rio. Este pensamento revela, de forma extremada, a mudança constante a que se expõem as coisas. Mais tarde,Aristóteles definiria essas mudanças como tendo velocidades diferentes, de acordo com sua natureza.

Durant (1991) atribui a Sócrates a fundação do método dialético, com sua busca da verdade, por meio do processo de pergunta, resposta e refutação. Para Platão, que teria sido seu discípulo, a dialética seria a metodologia mais eficaz para aproximar as idéias particulares das universais e darealidade, sendo sinônima da filosofia.

A Idade Média se caracterizou pelo esvaziamento das cidades e campos, por isso, com uma redução considerável das transações comerciais e, principalmente, do diálogo. O pensamento tornou-se bastante restrito aos mosteiros. A filosofia se limitava a discussão das teses permitidas pela Igreja, de acordo com a lógica da classe hegemônica, pois o contatoentre o pensamento e a realidade poderia colocar à prova as teses reinantes, o que traria riscos a sua dominação. Por isto, o pensamento se restringia aos mosteiros, onde não haveria o contato entre o pensamento e o mundo exterior e seu movimento.

O Renascimento foi o momento subjetivo de conscientização do espírito, quanto a sua existência levando ao desejo de liberdade, com o resgate dopensamento grego e de seu diálogo. A antítese ao pensamento vigente se forma.

O Iluminismo encontra um espírito já consciente de sua existência, que assume o controle da natureza e que impulsiona o homem, por meio de seu desejo de liberdade. Inicia-se a busca pela síntese.

Hegel retoma fortemente os conceitos da dialética, lançando o importante conceito da totalidade, pelo qual averdade é o todo (A verdade limitada prejudica a visão de uma verdade mais geral), e de que a visão de seu conjunto é provisória (aplicação do conceito da constante mudança a que tudo está sujeito).

Entretanto, a dialética atingiu o seu clímax com Marx (1878) na sua explicação da evolução histórica da sociedade e a suas extrapolações para tentar prever o futuro do sistema capitalista.Dois dos principais conceitos constantes no trabalho de Marx são a contradição e a mediação, que partem da premissa de que a teoria é necessária, mas não suficiente para evitar erros, e se aplicam sobre a tese e a antítese para formar a síntese, realizando a desconstrução e a reconstrução do conhecimento.

Engels no seu livro Dialectics of Nature (1873) estabeleceu quais são os princípiosda dialética:

• Lei da passagem da quantidade à qualidade (e vice-versa) – mudanças incrementais levam a mudanças descontínuas (evoluções até uma revolução);
• Lei da interpenetração dos contrários – diversos aspectos se entrelaçam;
• Lei da negação da negação – síntese surge da superação da negação e da afirmação (a luta entre opostos é cíclica e não tem fim).

O método dialéticonas organizações envolve o relacionamento entre a tese e a antítese, mediante o conflito, e o surgimento de uma nova entidade como resultado desse conflito. Webster e Starbuck (1988) argumentam que as teorias de liderança organizacional são um exemplo de síntese entre a teorias clássicas de administração (tese), associadas a Taylor e Fayol, que propunham uma relação de superioridade entre os...
tracking img