Diagrama ferro carbono

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 20 (4889 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
TRATAMENTOS TÉRMICOS DE AÇOS-FERRAMENTA
Introdução O Ferro puro O sistema Ferro-Carbono Estruturas não de equilíbrio Diagramas TTT de transformação isotérmica Microconstituintes dos aços Ferrite Perlite Cementite Bainite Martensite Efeito dos elementos de liga Influência sobre os diagramas de equilíbrio Formação de carbonetos Efeitos dos elementos de liga sobre Ms e Mf Efeito dos elementos deliga sobre as transformações isotérmicas perlítica e bainítica Determinação experimental das curvas TTT Revenido - resistência ao amaciamento e endurecimento secundário. Resumo. A especificação AISI para aços-ferramenta. Principais adições de liga nos aços-ferramenta AISI. Exemplo de selecção de aços-ferramenta. Modelação das transformações estruturais dos aços Cinética da transformação isotérmicaModelação das cinéticas isotérmicas Cinéticas de transformação anisotérmicas Modelação das transformações com difusão Modelo empírico de Grange e Kiefer Modelação do período de incubação A regra da aditividade Modelação das cinéticas anisotérmicas baseada na regra da aditividade Tratamento analítico da transformação em arrefecimento contínuo Modelos baseados na discretização do arrefecimentoModelos baseados no diagrama TAC experimental A transformação martensítica Efeito da evolução estrutural sobre a evolução térmica Tensões residuais em tratamentos térmicos Introdução Tensões de maquinagem Tensões induzidas por rectificação

Tensões de tratamento térmico Arrefecimento de um material sem transformações de fase Arrefecimento de um material com transformações de fase Variaçõesdimensionais resultantes de tratamentos térmicos Variações dimensionais durante o revenido Transmissão de calor em tratamentos térmicos Mecanismos de transferência de calor entre um sólido a alta temperatura e um líquido vaporizável

TRATAMENTOS TÉRMICOS DE AÇOS-FERRAMENTA

Introdução
Os aços-ferramenta são uma gama de aços extremamente antiga que constitui provavelmente a forma mais antiga deutilização dos metais ferrosos. A descoberta dos aços remonta a 1000 a.C., datando de então a constatação do efeito endurecedor assegurado não só pela absorção de carbono pelo ferro, mas também pela acção do aquecimento seguido de arrefecimento brusco (têmpera). Cerca de 350 a.C. surge na Índia, e talvez ainda antes na China, o ferro de fusão: ferro extraído do minério por meio de fornos cujofuncionamento era semelhante ao dos actuais altos-fornos. O bloco esponjosos obtido era martelado para libertar as escórias sendo depois refundido em pequenos cadinhos que se deixavam arrefecer lentamente. Os aços de Damasco eram já verdadeiros compósitos formados de camadas alternadas de aço duro e aço macio ligadas entre si por soldadura e forjagem. Na Idade Média sofreu-se um retrocesso e fabricava-se denovo o aço aquecendo-se o ferro em contacto directo com materiais carbonados. O enriquecimento em carbono tinha lugar unicamente à superfície. Para se obterem materiais duros com um certo volume forjava-se em conjunto uma grande quantidade de pequenos bocados de aço enriquecido em carbono. Só em meados do século XVII (1740) é que Huntsman redescobriu a fusão do aço. Fundindo num cadinho pequenospedaços de ferro enriquecido em carbono obtém então um bloco de aço homogéneo e que endurece uniformemente. No início do século XIX apareceu pela primeira vez a elaboração por mistura em cadinho, antes da fusão, de ferro materiais carbonados e, mais tarde, de guza. No entanto, só em 1820 é que Karsten mostrou que a diferença entre ferro, aço e guza(ferro fundido) residia no teor em carbono. Em 1868R. Mushet descobriu que a adição de tungsténio ao aço permitia endurecê-lo após aquecimento sem que houvesse necessidade de o temperar. Depressa se reconheceu que este tipo de aço resistia muito melhor ao desgaste e que, no caso das ferramentas de corte, mantinha o fio de corte mesmo depois de tempos de serviço mais longos. Foi, no entanto, necessário esperar mais vinte e cinco anos para se...
tracking img