Diagnostico da osteoporose

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2581 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 27 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Diagnósticos da osteoporose Como a osteoporose é uma condição previsível, é extremamente importante que o diagnóstico seja feito o mais rápido possível. Na prática, isto significa detectar uma massa óssea baixa antes que ocorra uma fratura. Isto não era possível até há pouco tempo, mas agora, com equipamentos modernos, consegue-se medir a massa óssea ou a quantidade de osso.
As medidas da massaóssea são feitas nas partes do esqueleto onde há possibilidade de ocorrência de fraturas, coluna, quadril e punho. Com a medição da massa óssea pode-se obter informações sobre a probabilidade de fratura. Assim como a pressão sangüínea é muitas vezes utilizada para se prever o risco de um acidente vascular cerebral, ou os níveis de colesterol no sangue para se prever o risco de doença coronariana,assim também a massa óssea de uma pessoa pode ser usada para se avaliar o risco de fratura.
Métodos de medicação da massa óssea
Há vários métodos que são utilizados para se medir a massa óssea, mas o usado mais freqüentemente é o DXA (medida de absorção do raio-X de dupla energia), que mede a massa óssea no quadril, coluna e punho ou em todo o esqueleto. O valor da massa ósseo resultante damedição é conhecido como densidade mineral óssea ou simplesmente densidade óssea e o nome genérico dos testes para medi-la é densitometria óssea.
Os mais modernos equipamentos fazem esta medida em poucos minutos, enquanto os aparelhos antigos levavam de 20 a 30 minutos. Embora os raios-X sejam usado na medição, a dose de radiação é muito pequena, sendo muitas vezes menor que os níveis de radiaçãonaturais diários. Assim, se necessário, a medição pode ser feita e repetida em crianças e até em grávidas. Para a medição da massa óssea a pessoa tem de se deitar num divã.
Durante o processo de medição da massa óssea da coluna, uma almofada retangular e colocada sob as coxas, para se alongar ao máximo a parte inferior da coluna. Um fino braço de metal move-se para cima e para baixo sobre o localque está sendo medido, mas não há um túnel por onde a pessoa tem de passar, com em alguns tipos de equipamentos destinados a realizar imagens radiográficas.
Finalmente, injeções ou quaisquer outros procedimentos desagradáveis não estão envolvidos no processo. Outro modo de se medir a massa óssea é por ultra-sonografia, usando-se um método chamado atenuação do ultra-som de banda larga (BUA),geralmente utilizado para medição de osso do calcanhar e muitas vezes envolve a submersão do pé num banho de água. Como não usa radiação, é um exame muito seguro. Entretanto, não tem sido tão testado como foi o DXA e muitos especialistas pensam que testes adicionais sejam necessários antes que seja adotado na clínica.
Limitações do raio-x
O raio-X, na rotina de um departamento de radiologia, é usadopara o diagnóstico de fraturas na osteoporose. Entretanto, ele não é muito útil para se detectar baixas massas ósseas porque a densidade dos ossos no raio-x depende de um grande número de fatores técnicos referentes ao próprio raio-X bem com à quantidade real de osso presente.
Julga-se, ao se utilizar o raio-X, que a medida da massa óssea baixa só é considerada fidedigna quando os ossos atingem ametade de sua densidade normal. O adelgaçamento dos ossos no raio-X pode ser considerado com seriedade; inversamente, a massa óssea baixa muitas vezes não é detectada pelo raio-X.
Atualmente, o raio-X é o único método amplamente disponível para se detectar fraturas da coluna. Entretanto o mais moderno equipamento DXA produz imagens muito claras da coluna e pode eventualmente ser usado no lugardo raio-X para se diagnosticar fraturas da coluna. Uma grande vantagem do DXA sobre o raio-X é uma dose bem menor de radiação envolvida no procedimento.
Exames de sangue e urina
A osteoporose não pode ser diagnosticada por exames de sangues e urina, mas estes são muitas vezes usados para a análise de outras condições associadas à perda óssea, por exemplo, hiperatividade da tireóide, doenças...
tracking img