Desigualdade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2653 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Os fatores que causam a má distribuição de renda no País são numerosos e estruturais. Partem de uma vertente histórica, em que se mesclam latifúndios – o pouco acesso à terra pelos pobres –, a defasagem social e a exclusão dos negros (passados mais de cem anos desde a libertação dos escravos, as diferenças salariais e de educação entre brancos e negros ainda são desfavoráveis aos negros).Atualmente, a má distribuição de renda também é causada pela falta de investimentos sociais e econômicos do País, pela recessão e pelo baixo crescimento econômico. O perfil demográfico, a falta de planejamento familiar e políticas públicas que não atendem à infância pobre também são causas da má distribuição de renda. Porém, a maioria dos especialistas distingue uma causa como fundamental: a desiguladadena educação – o que acarreta, como consequência, pobreza e miséria. Mais de 60% da população adulta não tem educação fundamental completa. Além disso, há a baixa qualidade do ensino. Com baixa escolaridade, a população pobre não consegue ascender profissionalmente, nem melhorar seu padrão de vida. Os filhos dos pobres também abandonam a escola e isso perpetua o ciclo vicioso de pobreza e miséria.No entanto, não basta escolaridade: o País também precisa crescer economicamente, abrir oportunidades a todos e cuidar da infância (com projetos de saúde, educação e oportunidade de trabalho e geração de renda para as famílias). Somente com a reestruturação econômica e social do País e de novas bases igualitárias será possível corrigir as defasagens sociais e crescer rumo ao desenvolvimento.//----------------------------------------------//
A origem da desigualdade social na humanidade está diretamente ligada à relação de poder, estabelecida desde o princípio dos tempos, popularmente conhecida como a 'lei do mais forte'.
        O homem primitivo sempre teve seu lugar de destaque, constituído através da força e da inteligência, onde, por meio de combates e meios de ação maiselaborados, através de um uso mais bem direcionado das aptidões recentemente descobertas, estabelecia domínio e liderança sobre os demais, gerando, assim, as primeiras relações de desigualdade social conhecidas no mundo. Uns detinham as melhores partes da caça, as melhores companheiras sexuais, as melhores habitações, enquanto que outros eram fadados a morrer de fome ou nos próprios enfrentamentos, comos seus semelhantes mais fortes e inteligentes.
Os aspectos mais relevantes e simples para se estabelecer a diferenciação e logo, a desigualdade entre homens, são os físicos e sociais. Ao longo dos séculos, com a evolução da humanidade, essas relações de desigualdades sociais também apresentaram um aumento em reflexo de como se davam essas mudanças.
Com o advento das relações comerciais, ostipos de desigualdades sociais foram se tornando mais e mais complexos e crescentes, principalmente com a consolidação do capitalismo, com a colaboração e a expansão da industrialização. A antiga sociedade do período medieval estava, então, sendo transformada, inclusive nos tipos de desigualdades que antes se davam só na relação de poderio entre senhores e vassalos, monarquia e plebe. Com a revoluçãoindustrial e a crescente relação comercial estabelecida em todo o mundo, passa a se ter isso em todo o contexto social, e em esferas mais específicas das camadas sociais, como patrão e empregado, por exemplo.
O capitalismo, como uma das suas principais características, tem o acúmulo do capital para girar a “roda da economia”. Então, quem detém o capital é quem tem as melhores condições demoradia, acesso aos recursos, educação, etc. Enquanto  isso, quem está do outro lado como “engrenagem do sistema”, os trabalhadores que não detêm a renda nem o capital, estão na extremidade inferior da relação.  Logo, percebe-se um contexto de desigualdade social, gerada primordialmente pela diferenciação econômica entre pessoas e pessoas, classes e classes, sociedades e sociedades, etc.
         A...
tracking img