Desigualdade social sofrida pelos cadeirantes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1763 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 3 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO
1.1. CONTEXTUALIZAÇÃO
1.2. PROBLEMATIZAÇÃO
Porque ocorre o descumprimento de normas de atendimento aos cadeirantes que visam manter a igualdade social por parte dos indivíduos socializados?
1.3. JUSTIFICATIVA
1.4. HIPÓTESES

1. Existem no Brasil, pouquíssimos anúncios que abordam objetivamente a questão do cidadão cadeirante, no que tange ao respeito às suas limitações.
2. Ocadeirante possui dificuldades ingressar no mercado de trabalho, pois estando sentado permanentemente, fecham-se muitas possibilidades laborais que estejam relacionadas ao fator “andar”. Visto que a qualificação esta em primeiro lugar para uma possível contratação.
3. A exclusão de inclusão das pessoas de necessidades educativas especiais se dá pela ausência de responsabilidade social, que deveser adotada como um valor e prática nos negócios.
4. A desigualdade social sofrida pelo cadeirante se dá pela individualização, no sentido pessoal do homem moderno.
5. Existe uma grande ausência de profissionais qualificados na área educacional, para atender as necessidades dos cadeirantes.
1.5. OBJETIVOS
1.5.1. OBJETIVO GERAL

- Demonstrar e relacionar as dificuldades de pessoas denecessidades educativas especiais, o grau de conscientização, conhecimento e pratica das normas jurídicas no âmbito social. Ao mesmo tempo buscar soluções para a difícil tarefa de incentivar a igualdade, facilitando assim a inclusão completa nas atividades sociais.
1.5.2. OBJETIVO ESPECIFICO[

• Relatar a escassez de propagandas e anúncios nos meios de comunicação, com o objetivo de informar apopulação da atual situação dos cadeirantes;
• Apresentar um mecanismo de qualificações específicas para os cadeirantes, possibilitando novas oportunidades para o ingresso no mercado de trabalho;
• Desenvolver a pratica de uma sociedade inclusiva, que abre oportunidades para todas as pessoas, sendo a empresa responsável por fornecer mecanismos para que todos possam ser incluídos.
• Esclarecer sobre adesigualdade social sofrida pelo cadeirante se dá pela individualização, no sentido pessoal do homem moderno.
• Relatar a falta de profissionais capacitados para atender a necessidades dos cadeirantes.





2. REVISÃO LITERÁRIA


2.1. Breve Relato Histórico Sobre as Deficiências

A iniciativa pioneira de preocupação em valorizar e auxiliar pessoas com necessidades especiais adquiridasou herdadas foi nos Estados Unidos, num período posterior a Guerra do Vietnã, em que os jovens soldados voltavam para casa mutilados ou com algum tipo de deficiência como resultados dos confrontos. Aquele país vivenciou um conflito em relação aos veteranos, considerados como heróis de guerra mutilados. Foi criado então o Centro de Vida Independente (CVI), para direcionar a autoconfiança, aacessibilidade ambiental e o desenvolvimento da cidadania.
No entanto a percepção de que a diferença entre as pessoas mereciam atenção especial é recente. O Brasil entrou em clima de efervescência em torno das lutas pela garantia dos direitos das pessoas portadoras de necessidades especiais, desde o século XIX ate inicio do séc. XXI.
Por muitos anos essas pessoas foram tratadas com desprezo edesrespeito quanto a seus direitos, o que as motivou a se organizarem em grupos e promoverem um movimento de participação política no âmbito do processo de redemocratização do Brasil.
Na historia do Movimento das Pessoas com Deficiência no Brasil houve muita tensão nos primeiros debates nacionais organizados no inicio da década de 1980, em que diversos grupos formados por portadores de necessidadeseducativas especiais.
Esses grupos, reunidos, elegeram como estratégia política privilegiada a criação de uma única organização de representação nacional a ser viabilizada por meio da Coalizão Pró-Federação
Nacional de Entidades de Pessoas Deficientes.
Com muita luta e embates políticos, esse espaço foi sendo construído, e mesmo em grandes conquistas, foram omitidos pelo governo e com total...
tracking img