Desigualdade economica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2982 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A Desigualdade Económica em Portugal


Índice

Introdução pág.1
0. Desigualdade económica em Portugal pág. 2-3
1. Portugal: um país desigual
2.1 Análise de rendimentos familiares pág. 3-8
2.2 Desigualdade salarialpág.8-11
Conclusão pág. 12
Bibliografia pág. 13

Introdução

Noâmbito da cadeira de.... foi proposto elaborar um trabalho sobre um tema relacionado com as nossas aulas. O tema que escolhi tratar foi sobre a desigualdade económica em Portugal. O que me levou a escolher este tema foi uma questão de tentar perceber o que é a desigualdade económica e o modo como afeta o nosso país e o porquê dos problemas existentes em relação a esta assimetria.
Com istodecidi comparar Portugal com os restantes países da União Europeia e perceber quais os fatores que influenciam na desigualdade existente, através da análise de rendimentos familiares e da desigualdade salarial.´
Portanto o objetivo deste trabalho é de identificar algumas das mais importantes características da desigualdade económica em Portugal, avaliar os seus sectores da sociedade mais afetadospelas alterações na distribuição dos rendimentos, quais as fontes de rendimento que mais contribuem para a desigualdade e quais as tendências ocorridas entre 1994 -2005 e 2009-2010, em Portugal.

0. Desigualdade económica
A desigualdade económica refere-se à disparidade financeira. É difícil encontrar uma sociedade em que todos estão na mesma classe económica, ou seja, cada pessoa temquantidades iguais de recursos financeiros e materiais. É comum, no entanto, observar extremos, em que num existem classes sociais com muita riquezas e bens materiais, enquanto no outro extremo vivem na completa pobreza e miséria.
Assim, numa avaliação feita na maioria das sociedades, será constatado que algumas pessoas são pobres e outras são extremamente ricas, mas existem várias classes entre osdois extremos. Ao avaliar a situação financeira das pessoas, por vezes, percebe-se que não só existe uma disparidade entre as classes, mas também que a classe superior tem muito mais do que cada uma das outras classes, especialmente as de menor renda. Esta situação é designada de desigualdade económica.
Existem geralmente dois principais focos quando se considera a desigualdade económica: oprimeiro, em que não há riqueza, que é uma medida do dinheiro e bens materiais já obtidas por um indivíduo. A riqueza origina um grande impacto na maneira pela qual as pessoas vivem, porque pode determinar o que elas são capazes de adquirir ou não num determinado momento. As pessoas consideradas ricas, ou seja, que tendem a ter padrões de vida muito mais elevados do que as das classes económicas maisbaixas. E o segundo indicador financeiro mais importante, avaliado quando se considera a desigualdade económica é a renda. Algumas pessoas têm pouca ou nenhuma riqueza, seja por motivo de desemprego ou falência. Obviamente, que aqueles com a maior parte da riqueza e os com melhores padrões de vida, são também aqueles com fluxos substanciais de dinheiro.
A desigualdade económica em alguns países émuito mais drástica do que em outros. Por exemplo, em países onde há uma falta de sistemas de serviços sociais, as disparidades pode ser mais óbvia. Enquanto algumas pessoas são extremamente ricas, outras sofrem com situações desumanas, tais como a fome e a falta de suprimento das necessidades básicas. Em países onde têm programas de serviço social, a diferença entre a menor classe económica e a...
tracking img