Desiderio murcho

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1625 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Desiderio Murcho*
RESUMO
Este artigo procura mostrar que a natureza da filosofia levanta dificuldades , de fato que esta disciplina é geralmente lecionada no Brasil.Argumenta-se que algumas das estratégias de ensino da disciplina resulta de uma incapacidade para assumir a natureza aberta e especulativa da filosofia, explicando como ensinar a filosofia.Filosofia de um modo que faça jus á suanatureza aberta.
INTRODUÇÃO
Neste artigo (A Natureza da Filosofia e seu Ensino) defendem-se duas ideais principais, que são elas:
• Compreender a natureza aberta e especulativa da filosofia é uma condição necessária .
• Compreensão fecunda do ensino da filosofia é necessário distinguir cuidadosamente as competências
A filosofia distingue de encontrar verdadeira natureza da disciplina, éimportante compreender que a maioria da filosofia continua. Em primeiro lugar, não significa que não há resultados das diferentes ideias defendidas pelos diferentes filósofos. Alguns filósofos defendem que temos livre-arbítrio, outros defendem que não temos este não quer dizer que não conseguimos resultados por não termos livre arbítrio, mas sim que somos capazes de pensar, refletir e criar resultadosseja eles positivos ou negativos .Os resultados negativos são as descobertas de que um determinado argumento ou teoria não funciona.Estabelecimentos, distinções ou meramente instrumentais, o mal natural e os nomes próprios são: designadores rígidos, como defende Kripke. Em ambos os casos, não se trata de resultados teóricos substanciais.No primeiro caso, trata-se de resultados que nos dizem apenaso que é falso, e não o que é verdadeiro está explicito no segundo, porque são resultados. Transversais neutros quanto às discussões substanciais, são resultados que os filósofos que defendem teses opostas aceitam. Em terceiro lugar defende-se que a filosofia é fundamentalmente uma disciplina em aberto não é necessariamente o prelúdio de um elogio permanente. O que pretendemos quando, estudamos oproblema do livre-arbítrio é saber se temos ou não livre-arbítrio, queremos saber se existe Deus ou não. A segunda atitude é uma forma disfarçada de cientismo, como veremos, pois pressupõe que só vale a pena querer resultados.
Pelo contrário, compreender o caráter aberto da filosofia significa querer resultados consensuais substanciais.
O problema do ensino da filosofia
Em qualquer caso, éimportante declarar desde já que o caráter aberto da filosofia em nada diminui o seu valor cognitivo ou social, a sua seriedade acadêmica ou escolar, ou a sua importância existencial. As instituições de ensino universitário como pré-universitário, para ensinar aos estudantes os resultados consensuais substanciais das diferentes disciplinas das humanidades, as instituições de ensino procuram apresentaraos estudantes tais resultados de modo a que estes possam compreendê-los e passem a dominá-los com proficiência. Este é um modelo de ensino à filosofia, modo de ultrapassar a inconveniência.
A solução habitual é procurar, qualquer uma destas estratégias visando evitar o escândalo, a filosofia é uma disciplina especulativa uma das razões que à profunda.
Cientismo
É natural pensar que uma áreadisciplinar disponha de resultados seguros e métodos garantidos, como a física, a matemática ou a história, não vale a pena estudar essa área disciplinar. Porque as instituições de ensino estão, sobretudo vocacionadas para ensinar resultados substanciais aos estudantes. Outra vez que na filosofia existe a ausência de resultados substanciais gerando desconforto para ensinar teorias defendidaspelos filósofos.

O que é a filosofia?
A filosofia não é uma disciplina empírica, ela simplesmente prioriza o pensamento apenas. Não possamos em filosofia apresentar hipóteses de caráter empírico e sim hipóteses sociológicas, psicológicas, biológicas ou outras.
Podemos sim apresentar hipóteses de caráter empírico, basta testar essas hipóteses, pois apesar da filosofia ser uma disciplina...
tracking img