Desenvolvimento economico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1670 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE ANHANGUERA-UNIDERP

CENTRO DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (CEAD)
Curso Superior de Serviço Social
Pólo Unieducação


GLAUCIA ALVES GONÇALVES CUSTÓDIO – RA 198367
PATRICIA DOS REIS SOUZA MONTEIRO - RA 198458
RUTE MARTINS GUIMARÃES - RA 281439
SANDRA CRISTINA MACHADO REZENDE - RA 280189
SONILDA MARIA GONÇALVES - RA 216285
VILMA MARTINS BARBOSA FORNAZIER - RA 194366DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
DESAFIO DE APRENDIZAGEM
5° Semestre























Uberlândia - MG


Junho/2012


GLAUCIA ALVES GONÇALVES CUSTÓDIO – RA 198367
PATRICIA DOS REIS SOUZA MONTEIRO - RA 198458
RUTE MARTINS GUIMARÃES - RA 281439
SANDRA CRISTINA MACHADO REZENDE - RA 280189
SONILDA MARIA GONÇALVES - RA 216285
VILMA MARTINS BARBOSA FORNAZIER -RA 194366

















DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO
DESAFIO DE APRENDIZAGEM
5° Semestre




Relatório apresentado como atividade avaliativa da disciplina de Desenvolvimento Econômico do Curso Superior de Serviço Social do Centro de Educação a Distância da Universidade Anhanguera-Uniderp, sob a orientação da professora-tutorapresencial Adriana Duarte.


Prof.ª Ma. Helenrose A. da S. P. Coelho












Uberlândia/MG, Junho de 2012


DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

INTRODUÇÃO

O subdesenvolvimento é um desequilíbrio na assimilação dos avanços tecnológicos produzidos pelo capitalismo industrial a favor das inovações que incidem diretamente sobre o estilo de vida. Nas economiasdesenvolvidas existe um paralelismo entre a acumulação nas forças produtivas e diretamente nos objetos de consumo. O crescimento de um requer o avanço da outra. A raiz do subdesenvolvimento reside na desarticulação entre esses dois processos causada pela modernização (Furtado).

BRIC, termo criado pelo jornalista Jim O’Nill em 2001, para referir-se aos quatro países de apresentariam as maiorestaxas de desenvolvimento econômico até 2050. O’Nill se referiu aos países Brasil, Rússia, Índia e China. Apesar de se tratar de países emergentes, o bloco ainda não pode ser comparado a potências econômicas como exemplo da União Europeia, contudo seus líderes tem procurado alianças para manter seu crescente poder econômico e político, e seus indicadores como o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH)e Produto Interno Bruto (PIB), têm sido bastante estimuladores.

ÍNDICES DO DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

PRODUTO INTERNO BRUTO (PIB) - Representa a soma de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região, durante um período determinado e objetiva mensurar a atividade econômica de uma região.

PIB POR HABITANTE - Cconhecido como PIB per capita, trata-se de indicadoreseconômicos agregados (produto, renda, despesa) indicam os mesmos valores para a economia de forma absoluta. Dividindo-se esse valor pela população de um país, obtém-se um valor médio per capita.

ÍNDICE DE GINI - Medida de concentração ou desigualdade desenvolvida pelo estatístico italiano Corrado Gini, em 1912, para suprir a necessidade de uma medida que tomasse como pressuposto a desigualdadedistributiva da renda, criando uma escala comparável desse grau de desigualdade.
CURVA DE LORENZ - É uma representação gráfica construída a partir da ordenação da população pela renda.

ÍNDICE DE DESEBVOLVIMENTO HUMANO (IDH) - Desenvolvido em 1990 pelo economista Mahbub ul Haq, com a colaboração de Amartya Sen, para ser uma ferramenta a mais para aferir o avanço do bem estar de uma população.Trata-se de um índice que procura considerar não apenas a dimensão econômico, mas outros aspectos que influenciam na qualidade de vida humana.

ASPECTOS ECONÔMICOS

Historicamente, economistas tentam mensurar o desenvolvimento econômico, e para tal surgiram os índices de desenvolvimento econômicos, cada um com sua particularidade, contudo todos criados para o mesmo fim. Instrumentos de...
tracking img