Desenvolvimento economico china

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (497 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
China: A desbravadora da economia mundial

A China possui atualmente uma das economias que mais crescem no mundo. A média de crescimento econômico deste país, nos últimos anos é de quase 10%.Uma taxa superior a das maiores economias mundiais, inclusive a do Brasil. O Produto Interno Bruto (PIB) da China atingiu US$ 7,46 trilhões em 2011, fazendo deste país a segunda maior economia domundo (fica apenas atrás dos Estados Unidos). Estes números apontam que a economia chinesa representa atualmente cerca de 15% da economia mundial.
Apesar de todo este apelo econômico, sendo queaté alguns dizem que a China hoje leva a economia mundial “nas costas”, estudando por dentro dela podemos ver que nem todos estão desfrutando desta riqueza emergente, pois enquanto a China cresce adesigualdade social cresce junto(mesmo com as iniciativas do governo que vigoram desde 2004), pelo menos 26,1 milhões de chineses vivem em "pobreza absoluta", segundo as autoridades chinesas, queestabelecem a linha da pobreza em menos de 0,2 dólar por dia, este número representa 2,8% da população rural da China, um povo que boa parte ainda vive deste meio mesmo com más condições de trabalho, aindaassim este país ainda é um dos maiores produtores de alimento do mundo.
Infelizmente um povo tão trabalhador, em sua maioria vive uma situação precária de trabalho, pois seus salários são baixos,não existem planos de aposentadoria e em suas atividades rurais são colocados em lugares de péssimas condições para o trabalho humano. Porém, hoje a China esta deixando de ser um país tão agrário ede grandes fabricas, para o lado da tecnologia e inovações, a educação tornou-se a “arma secreta” deste país para avançar tanto, pois o Estado chegou a conclusão que isto é dever dele e revolucionouo sistema de ensino, pressionando seus professores a explorar a criatividade dos alunos e rigorosos quanto ao aprendizado, investindo mais de 3% do PIB na educação e deixando de ser aquela cultura...
tracking img