Descobridores de mundo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5154 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 24 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Descobridores do Novo Mundo
Chineses no Brasil? Vikings na América? Exploradores fenícios? Não é porque as novas teorias para os descobrimentos são frágeis que você deve acreditar nas lições de história que aprendeu na escola
José Francisco Botelho, com edição de Sérgio Gwercman
Estamos no outono de 2001, em uma pequena loja de antiguidades na cidade portuária de Xangai, na China. Pendurado naparede, entre outras relíquias, um velho mapa-múndi acumula poeira. Poderia continuar lá para sempre, não fosse pelos olhos atentos de Liu Gang, um dos mais respeitados advogados corporativos da China e colecionador de antiguidades nas horas vagas. Examinando o achado, Liu Gang logo nota algo estranho. O mapa está coberto de anotações em caracteres chineses e uma delas contém a data em que foidesenhado -1763. Mais abaixo, lê-se: "O cartógrafo Mo Yi Tong copiou este mapa a partir de um original de 1418".A informação é um contra-senso - pelo menos no que diz respeito à história que todos nós aprendemos nas lições escolares. Porque o mapa mostra, com riqueza de detalhes, as Américas e a Austrália. Ou seja, todo o "Novo Mundo", supostamente descoberto por exploradores europeus a partir de1492, na aventura de conquista que ficou conhecida como Era dos Descobrimentos.
Liu Gang pagou US$ 500, uma pechincha no mercado de antiguidades chinesas, e levou o mapa para casa. Durante os 3 anos seguintes, ficou se perguntando se o documento não seria uma farsa. Até que um dia leu o livro 1421 - O Ano em Que a China Descobriu o Mundo, do ex-oficial da Marinha britânica e historiador diletanteGavin Menzies (escrita em 2002, a obra acaba de ser lançada no Brasil). Embora nunca tivesse ouvido falar do mapa de Liu Gang, Menzies defendia uma tese que lhe caía como uma luva. A partir de uma pesquisa feita ao longo de 14 anos em diversas partes domundo, o ex-marinheiro concluiu que aquilo que os historiadores ocidentais dizem há centenas de anos está errado: foram os chineses os primeirosexploradores a alcançar o Novo Mundo - e isso quando Cristóvão Colombo nem era nascido.
Revelado à comunidade científica em janeiro de 2006, o mapa do honorável Liu Gang incendiou manchetes e controvérsias ao redor do mundo. Para alguns, não passa defarsa; para outros, é mais uma entre muitas chibatadas no velho mito dos descobrimentos europeus. Hoje, evidências arqueológicas comprovam que pelomenos uma parte do Novo Mundo já tinha sido descoberta pelo menos 500 anos antes de Colombo - e isso sem falar nas lendas e documentos que falam de viagens transatlânticas na Antiguidade. Mas antes de rebobinar a fita da história e analisar cada uma das possíveis descobertas, vamos recapitular a história oficial, contada pelos cristãos europeus, brancos e "civilizados", que desbravaram e colonizaram oglobo entre a metade do século 15 e fins do século 18.
A Idade dos Descobrimentos
Até os últimos anos da Idade Média (que acabou em 1453 com a queda de Constantinopla, lembra-se?), a geografia era quase um gênero de literatura fantástica. Em sua maioria, os mapas feitos na Europa repetiam as idéias dos antigos gregos e romanos: o mundo era formado por apenas 3 partes - a Europa, a Ásia e aÁfrica -e dois mares navegáveis, o Índico e o Mediterrâneo. Esse era o Velho Mundo, que, bem ou mal, estivera conectado durante 5 mil anos anteriores de história. Fora disso, o que havia era trevas, superstição e dragões assassinos.
A invenção que abriu os mares aos exploradores europeus surgiu por volta de 1430: a caravela, obra-prima de marujos e engenheiros portugueses. Até então, a maior parte dasnavegações ocorria perto do litoral ou em águas conhecidas e mapeadas de antemão. Singrar oceanos e "águas nunca dantes navegadas" era perigoso demais: os barcos só flutuavam com segurança se estivessem a favor dos ventos e uma súbita mudança na circulação do ar podia causar naufrágios e fazer até o comandante mais exímio perder o rumo. A caravela era projetada exatamente para superar esse...
tracking img