Depressao

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3357 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de fevereiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. Introdução

Vamos apresentar um pouco sobre como a depressão se manifesta nas pessoas em seu dia a dia e como ela pode ser alterada sem um tratamento adequado. Ela pode envolver qualquer tipo de pessoa tanto crianças ao adolescente, adulto e idoso, e nunca ocorre sem algo desencadeador. Este trabalho também mostra como um simples dia de tristeza não significa que você esta com depressão esim um dia que não foi bom pra você, mas devemos ficar atentos aos sinais que a pessoa demonstra e com qual frequência e se afeta não só a si mesmo, mas sua vida social em relação ao trabalho, com familiares na vida formal.











































2. Depressão

Depressão é uma palavra frequentemente usada para descrever nossossentimentos que se caracteriza por afetar o estado de humor da pessoa. Todos se sentem “para baixo” de vez em quando, ou de alto astral às vezes e tais sentimentos são normais.

A depressão, enquanto evento psiquiátrico é algo bastante diferente: é uma doença como outra qualquer que exige tratamento. Muitas pessoas pensam estar ajudando um amigo deprimido ao incentivarem ou mesmo cobraremtentativas de reagir, distrair-se, de se divertir para superar os sentimentos negativos. Os amigos agem dessa forma fazem mais mal do que bem, são incompreensivos e talvez até egoístas. O amigo que realmente quer ajudar procurar ouvir quem se sente deprimido e no Maximo aconselhar ou procurar um profissional quando percebe que o amigo deprimido não esta só triste.

Não é difícil conhecermos o mecanismoda depressão. Basta sabermos que o cérebro é formado por inúmeras células, que se comunica entre si através de substâncias químicos chamados neurotransmissores. Por algum motivo, em determinado momento, eles acabam não circulando como deveriam. Por isso, a pessoas se sente fora de pique, tendo a concentração e a memória fraca, meio “devagar” (algumas pessoas sentem agitação, em lugar de apatia),além de apresentar outros sintomas.

Uma depressão pode ser “química” apesar de ter causa externa. Muitas vezes, ela começa reativa a algum problema real, mas, com o tempo, vai se tornando física. È o mesmo que acontece com úlcera, infarto, gastrite e outras doenças, que são desencadeadas por um estresse e, depois, também se tornam físicas.

O paciente deprimido terá dias melhores oupiores como o não deprimido. Ambos terão suas tormentas e dias ensolarados, mas as tormentas de um, não se comparam às tormentas do outro, nem os dias de sol de um, se comparam com os dias de sol de outro. Existem semelhanças, mas a manifestação final é muito diferente. Ninguém sabe o que um deprimido sente, só ele mesmo e talvez passado por isso. Nem o psiquiatra sabe: ele reconhece os sintomas esabe tratar, mas isso não faz com que ele conheça os sintomas e o sofrimento do seu paciente.

Todas as pessoas, homens e mulheres, de qualquer faixa etária, porem ser atingidas, porém mulheres são duas vezes mais afetadas que os homens. De acordo com a Organização Mundial da Saúde, OMS, a depressão ocupa o quarto lugar entre as dez causas principais da carga mundial de morbidade, mesmo nochamado mundo desenvolvido. Projeta-se que em 2020 esteja ocupando o segundo lugar. O número de mulheres afetadas por essa enfermidade é o dobro dos homens em todo o mundo. Dez a vinte milhões de pessoas com depressão tentam o suicídio cada ano. Trata-se de uma doença cujos efeitos são sentidos não apenas na vida dos pacientes, mas também na de familiares e amigos. A falta de interesse e de motivaçãopara participar de atividades profissionais e sociais rotineiras, transforma o cotidiano dos pacientes e das pessoas que convivem com eles.



3. A identificação da depressão

Para afirmarmos que o paciente está deprimido temos que afirmar que ele sente-se triste a maior parte do dia quase todos os dias, não tem tanto prazer ou interesse pelas atividades que apreciava, não...
tracking img