Demostracoes financeiras

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 216 (53843 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Natura Cosméticos S.A.
Demonstrações Contábeis Consolidadas Referentes ao Exercício Findo em 31 de Dezembro de 2010 e Relatório dos Auditores Independentes sobre as Demonstrações Contábeis

Deloitte Touche Tohmatsu Auditores Independentes

RELATÓRIO DOS AUDITORES INDEPENDENTES SOBRE AS DEMONSTRAÇÕES CONTÁBEIS Aos Administradores e Acionistas da Natura Cosméticos S.A. Itapecerica da Serra -SP Examinamos os balanços patrimoniais consolidados da Natura Cosméticos S.A. e de suas subsidiárias (“Sociedade”) em 31 de dezembro de 2010 e de 2009 e as demonstrações consolidadas do resultado, do resultado abrangente, das mutações do patrimônio líquido e dos fluxos de caixa referentes aos exercícios findos naquelas datas. Essas demonstrações contábeis consolidadas são de responsabilidade daAdministração da Sociedade. Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre essas demonstrações contábeis consolidadas com base em nossa auditoria. Nossos exames foram conduzidos de acordo com as normas de auditoria geralmente aceitas nos Estados Unidos da América e de acordo com as normas de auditoria do Conselho de Supervisão de Assuntos Contábeis das Companhias Abertas dos EstadosUnidos da América (“Public Company Accounting Oversight Board (United States) - PCAOB”). De acordo com essas normas, a finalidade do planejamento e da realização da auditoria é obter segurança razoável da inexistência de erros materiais nas demonstrações contábeis. Uma auditoria inclui a constatação, com base em testes, das evidências que suportam os valores e as informações divulgados nasdemonstrações contábeis e a avaliação das práticas e das estimativas contábeis mais representativas adotadas pela Administração da Sociedade, bem como da apresentação das demonstrações contábeis tomadas em conjunto. Nossos exames incluíram também a realização de procedimentos adicionais que porventura tenham sido considerados necessários nas circunstâncias. Acreditamos que nossa auditoria proporciona uma baserazoável para a nossa opinião. Em nossa opinião, as demonstrações contábeis consolidadas representam adequadamente, em todos os aspectos relevantes, a posição financeira consolidada da Natura Cosméticos S.A. e de suas subsidiárias em 31 de dezembro de 2010 e de 2009 e o resultado consolidado de suas operações e seus fluxos de caixa consolidados referentes aos exercícios findos naquelas datas, deacordo com as normas internacionais de relatório financeiro (“International Financial Reporting Standards - IFRS”), conforme emitidas pelo “International Accounting Standards Board - IASB”. Examinamos também, de acordo com as normas de asseguração estabelecidas pelo “American Institute of Certified Public Accountants - AICPA” e de acordo com as normas de auditoria do Conselho de Supervisão deAssuntos Contábeis das Companhias Abertas dos Estados Unidos da América (PCAOB), os controles internos sobre relatórios financeiros referentes ao exercício findo em 31 de dezembro de 2010, com base nos critérios estabelecidos no documento Controle Interno - Modelo Integrado do “Committee of Sponsoring Organizations of the Treadway Commission (COSO)”, sobre os quais emitimos parecer sem ressalva datadode 23 de fevereiro de 2011. São Paulo, 23 de fevereiro de 2011

DELOITTE TOUCHE TOHMATSU Auditores Independentes CRC nº 2 SP 011609/O-8

Edimar Facco Contador CRC nº 1 SP 138635/O-2

NATURA COSMÉTICOS S.A. BALANÇOS PATRIMONIAIS LEVANTADOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2010 (Em milhares de reais - R$)

Nota ATIVOS CIRCULANTES Caixa e equivalentes de caixa Contas a receber de clientes EstoquesImpostos a recuperar Outros créditos Total dos ativos circulantes NÃO CIRCULANTES Realizável a longo prazo: Impostos a recuperar Imposto de renda e contribuição social diferidos Depósitos judiciais Outros ativos não circulantes Imobilizado Intangível Total dos ativos não circulantes 8 9.a) 10 11 12 12 explicativa

Consolidado 2010 2009 PASSIVOS E PATRIMÔNIO LÍQUIDO CIRCULANTE Empréstimos e...
tracking img