Cvcv

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1075 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de março de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
INTRODUÇÃO

Procuraremos retratar neste trabalho a importância que as companhias seguradoras mesmo que rompam parcerias de sociedade, não são afetadas completamente nos seus negócios, e procuram meios alternativos para se reerguerem e atingirem novamente o sucesso.

No dia 24/02/2011 a sul América irá divulgar o balanço da empresa, ela pretende tranquilizar o mercado, clientes,fornecedores e corretores com o fim da sociedade com o banco Banco do Brasil (Brasil Veículos – Brasil Saúde). Embora tenha um numero positivo de vendas e dos lucros, ela não sofreu grandes baques e grandes estragos na sua companhia.
O medo era grande, pois o BB com mais de 12 mil pontos em todos os municípios, com uma das maiores redes de distribuição bancaria dos pais, pudesse diminuir á capacidadede distribuição da Sul América. Pelas ultimas analises da Fator corretora, a sul América pretende registrar um volume de receita total na ordem de R$ 2.462 bilhões no quarto trimestre de 2010, com crescimento de quase 62% comparado a 2009. Seu lucro liquido estimado de R$ 159,2 milhões nos últimos 3 meses do ano, se confirmado, significará um crescimento de 34% comparado ao de 2009, mais alucratividade deu pra entender ser declinante.
Segundo o atual presidente do grupo sul América, o senhor Thomaz Cabral Menezes de 46 anos administrador de empresas, que assumiu o comando há 1 ano, o fim da parceria com o BB não fez muita diferença. Por diversas vezes ele vem tentando passar uma confiança aos corretores, investidores e analistas de investimentos por diversas reuniões em sua gestão.Segundo essas reuniões os profissionais relataram a seguinte avaliação: 30% de faturamento com o banco BB; e 10% de lucro causando um efeito irreparável na dissolução.
Segundo a afirmação de Menezes, ele afirma que existem outras instituições que podem compensar a falta do BB, com mais de 20 parcerias, sendo 16 mil pontos de venda e quase 28 milhões de clientes. O fim do BB tornou a sulAmérica uma seguradora menos diversificada, e agora o ramo de planos de saúde representa 70 % dos negócios, automóveis 25% e outros ramos 5%.
Segundo o responsável pelo setor de seguros da Goldman Sachs “Carlos Macedo”, a empresa não pode ficar concentrada muito em um ramo de serviços, precisa diversificar, pois a concorrência é muito dinâmica e competitiva, mais a sul América é privilegiada porter uma marca privilegiada pelo seu longo período no mercado sendo uma das 10 maiores seguradoras do pais. Segundo Macedo, das empresas seguradoras que hoje tomam 75% dos clientes, a sul América está em uma posição de fidelização constantes de seus clientes com 3 a 4% do mercado representando 2 milhões de segurados, contra 5,6 milhões da Amil e 3,5 milhões do Bradesco suas principais concorrentes.O passado da sul América vem de uma sequencia de dividas assumida pelo antes presidente Patrick Larragoiti Lucas, quinto da geração de uma família espanhola que assumiu em 2005 em uma época difícil. Empresa endividada com PL negativo de 12%, vendas baixas e resultado de R$ 38,8 milhões de prejuízo, foi negociado em 2010 suas dividas e depois capitalizado sua empresa com os sócios da ING.Patrick sai e entra em seu lugar Menezes, de uma descoberta por Head Hunter e que já trabalhou em uma das maiores gerenciadoras de riscos do mundo.
Segundo a visão de Menezes destacam-se a seguinte forma para reestruturação da empresa:
• Revisão total do planejamento estratégico
• Reavaliação e posicionamento da marca
• Reorganização interna
• Posicionamento focado no varejo
• Ação nacarteira de transportes e de médio mercado
• Redução das participações de grandes riscos

Todas essas afirmações são para comprovar que a sul América quer pegar o que esta envolta dos negócios de uma grande obra, suas necessidades, seus desejos, seus funcionários que trabalham, cercando até seu alvo maior.
Na visão do atual vice-presidente comercial da sul América diz que a missão é...
tracking img